Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Será mais fácil

por Bad Girl, em 18.08.06

Desistir, ou insisitir?

Quando sabemos que a vida não nos dá o que queremos, que tudo está ao contrario, mas temos a certeza que a única coisa que queremos está ali, tão perto do nada, tão longe de tudo, à distância de um abraço mas tão perto como o horizonte, devemos fazer o quê? Devemos continuar a querer? Trocar a felicidade pelo amor próprio? Trocar a realidade pelo sonho? Correr o risco que tudo não passe de um pesadelo? Às vezes parece que estou a acordar num universo paralelo. As pessoas, as atitudes, tudo parece tão estranho, tão diferente e distante de nós... Fala-se de coisas que nunca vimos, como o amor, a felicidade, a alegria, e seguimos esses objectivos como os únicos da vida. Como sabemos onde estão? Como tentamos sentir, se tudo em nós se transformou em pedra, se somos incapazes de amar, de sentir... Estou em pânico na vida, apetece-me encontrar uma luz, algo que me faça sentir, gritar, acreditar. Nada faz o sentido que devia, algumas coisas já não fazem parte de mim como deviam. O belo é relativo, efémero, triste. Como os sentimentos, as sensações. O que fica de um beijo? O que fica de um dia de sol? O que fica de uma tarde de sorrisos, de uma noite de amor, de uma caricia, de uma palavra?
Recordações?
E quando já não formos capazes de recordar, teremos ainda capacidade de sentir?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ainda a revista masculina

por Bad Girl, em 17.08.06


Continuo fascinada com aquela revista que vos falei há pouco tempo. Ainda na onda do Sr. Pedro Lucas (isto é moço que entende muito de mulheres, como verão mais à frente). Integrado num “Manual prático para homens apressados” (ele não sabe que desses nós não gostamos????), o título grita em letras mastodônticas “É só escolher”, seguida de um sub título “ O insucesso com as mulheres tem os dias contados – Aqui está um manual para se converter num namorado perfeito e, quiçá, divertir-se um pouco à margem disso. De certeza que, aconteça o que acontecer, você vai dar muito que falar junto das mulheres este Verão, independentemente do lugar onde vai passar férias”. Senhores e senhores, venham todos, juntem-se aqui!!!! O Sr. Pedro Lucas tem a solução para os vossos problemas… Você pode ser um grunho manhoso com acne na cara e um palito no canto da boca. Pode coçá-los em público e escarrar para o chão, e até usar a unha do mindinho em tamanho XL. Isso já não importa. O Sr. Pedro Lucas e a sua revista maravilha fazem por si aquilo que o melhor cirurgião plástico não conseguiria. Arranjar-lhe mulher é o mínimo que eles vão fazer. Resmas de mulheres cairão nos seus braços, o Zézé Camarinha vai ser um menino ao pé de si… Sigam-me nesta viagem, se não tiveram oportunidade de ler a revista. Mas preparem-se: vamos entrar na Twilight Zone….
Lugar de encontro: O terraço de um café
Com quem: Com a sua colega de trabalho
Como actuar: “Aborde-a com uma pergunta de amizade, que não revele a sua futura intenção: levá-la para a cama.” Et voilá, lá está. Depois do expediente, e antes do lusco fusco, convida-se a colega de trabalho para ir a uma esplanada. E, como quem não quer a coisa, lá vai de: “Então, já sabes que agora quem pica o ponto depois das nove vai ser descontado no ordenado? Vamos ter de nos despachar cedo hoje, se não ainda chegamos tarde amanhã. E eu não quero ganhar menos por tua causa”. Gosto.
Lugar de encontro: Numa discoteca ou num Bar
Com quem: Amigas ou conhecidas
Como actuar: “Lembre-se que o sentido de humor é o melhor modo de quebrar o gelo e as conquistar.” Sentido de humor. Finalmente, ao fundo do túnel eu consigo ver uma luz ténue… este senhor, afinal, sabe uma coisa que agrada às mulheres. Mas, cá vai uma pista – esta é de graça – as mulheres querem homens com sentido de humor. Mas dispensam as piadas absurdas que eles contam. O sentido de humor é-nos necessário para que eles entendam as nossas piadas. Difícil? Claro, mas ninguém (para além do Sr. Pedro Lucas) disse que era fácil. Ou disse?
Lugar de encontro: Centro Comercial
Com quem: As primas dela
Como actuar: “Nos provadores, tente não responder com monossílabos (…). Não se esqueça de elogiar as roupas no corpo da prima." Eu não queria ser má. Mentira, claro que queria. E ainda quero. Mas não gosto é que me facilitem tanto as coisas. Como é que do título para o terceiro apontamento este senhor muda assim de ideias? Isto não é um manual para se converter num namorado ideal? Que mulher tem como ideal de namorado um gajo que elogia o corpo da prima?

Continuo sem entender esta revista. Mas admito que já há muito tempo que nada me divertia tanto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sabemos que batemos no fundo quando…

por Bad Girl, em 17.08.06

Estamos a tomar conta da nossa sobrinha de dois anos e lhe dizemos, ao fim de mais de quarenta minutos a ver o Noddy: “Vamos desligar um bocadinho o Noddy, que a tia vai pôr-te uma coisa muito gira na televisão?”. Dito isto, mudei para a Floribela… Acham que há coisa pior no Mundo?
(ah, e a pirralha não achou graça nenhuma, e pôs-me a ver o Noddy outra vez)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Speedy Gonzalez em versão lusa

por Bad Girl, em 17.08.06

24 - número de minutos que fiquei na fila para ser atendida no MacDonald's, hoje, à hora do almoço.
04 - número de pessoas que estava à nossa frente.
05 - número de empregados que estavam na cozinha do dito restaurante.
02 - o número de vezes que a Gerente foi ao pé do empregado - que devia ser novo naquelas andanças - gritar ao invés de explicar.
Eu já esperei mais tempo do que isto para comer, mas normalmente não em pé, nem num local classificado como fast food... I am not loving it!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O acidente

por Bad Girl, em 16.08.06

Já deixei de achar piada a esta coisa de escrever sobre o colete. Se ainda se lembram, há algum tempo contei a história do puto que se mandou com uma mota para cima do meu carro. Ora parece que o colete lhe tomou o gosto, e vai de querer sair com chuva, que era coisa que não tinha experimentado ainda. A história é simples: o carro da frente travou de repente, e eu travei em cima do paralelo, com chuva (primeiro dia depois de alguns meses de calor tórrido. Para esta chuva os ingleses têm a expressão: 'Raining cats and dogs' que, traduzida à letra, significa que está a chover cães e gatos). Ora se da outra vez foi a mota que saltou para cima do meu carro e o puto até era engraçado, desta vez foi o meu carro que decidiu parar em cima do carro da frente. Já não bastava ter partido o meu farol, ainda me sai de lá de dentro um grunho a quem eu tive de explicar por A+B que para preencher a declaração amigável (ele fez questão absoluta de preencher a declaração, apesar de ter um risco do tamanho de uma unha no pára-choques) não precisávamos de estar à chuva, no meio da rua, com os carros quase a voar para conseguírem passar por nós). Enfim, é uma maneira de se começar o dia. Não é a melhor, mas é uma maneira.
Resumindo: vou gastar dinheiro com o farol do carro, paciência com esta história, fiquei com o cabelo num estado miserável por ter estado cerca de 15 minutos à chuva, estraguei a maquilhagem, e agora anda para aí mais um grunho com o meu número de telefone.
Ninguém merece!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Crash

por Bad Girl, em 16.08.06


Quero apenas partilhar convosco que esta manhã me mandei contra um carro.

E sim, a culpa foi minha.

Mais desenvolvimentos no decorrer da emissão, agora vou para uma reunião.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Amor às cores

por Bad Girl, em 15.08.06

Um destes dias dou por mim na casa de uns amigos, que têm uma filha de quatro anos. Ora como TODAS as crianças dessa idade, aparentemente, a miuda vive e respira Floribela. E lá estou eu, sentada no sofá deles, a tentar desviar toda a minha atenção daquele écran. E olhem que não é fácil, quando na telenovela se grita em vez de falar, e quando a criança encontrou uma nova cobaia para os ensinamentos da novela. Ali na casa deles tudo parece ter-se tornado um ritual, e ninguém dispensa a história da criada que se apaixona pelo patrão que, coitado, cria sózinho os 1.500 irmãos (perdi-lhes a conta, a certo ponto). Ainda bem que ele de pobre só tem o facto de ser orfão, pois ele é muito rico (as três pessoas que ali estavam comigo não me souberam responder o que é que ele faz na vida, mas ele é rico). Ora naquela novela é tudo muito colorido: as roupas da protagonista têm flores por todo o lado e os modelos são de um mau gosto inenarravel; mas o que me chocou foi o cabelo do patrão: cor de laranja? O protagonista tem cabelo cor de laranja? Isso é demais para mim. E depois fala-se muito alto, grita-se, discute-se, e há muitos bonecos e flores que aparecem no ecran. Sinceramente, e tendo percebido que o irmão do homem do cabelo cor de laranja tem tanto de giro como de parvo (única explicação para o facto de estar caído por aquele cabide de roupa de carnaval), eu tenho uma sugestão a fazer à Floribela: castiça, eu já percebi que tu deves ser tão virgem como o azeite Gallo na forma mais pura. Os teus problemas passam todos se tu tiveres um belissimo orgasmo, quem sabe com o irmão do gajo com o cabelo cor de laranja? Passam-te logo as histerias e essa mania de vestir saias que não lembram ao Diabo. E agora que resolvemos o problema da Floribela, há outro bem mais grave para resolver: o da Joana Solnado. Então não bastava já a rapariga ter uma mãe que acha que fala com Deus e rebebeu-beu-pardais-ao-ninho, e ainda por cima tem de levar com o namorado com os cabelos pintados de cor de laranja?
Oh, pá, a vida não está fácil para os lados dela...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lista de compras

por Bad Girl, em 15.08.06
Deadline: 2012, Janeiro
Prioridade: não há
Observações: para os que acusam este blog de fútil, vou dar-vos um doce... afinal, não é todos os dias que vos dou um festim de assuntos para debaterem. Mulher + Compras + Extravagâncias = Futilidade. Enjoy the ride. Esta viagem, excepcionalmente, será grátis.

O que eu quero comprar:

Carteira Birkin
(para os homens,
isto é um modelo da marca Hérmés)
Preço de mercado:
$ 13.750,00
Sapatos Manolo Blahnik
Preço de mercado:
$ 545,00


mas, como toda a gente sabe, um par de sapatos não dá para nada.





Sapatos Jimmy Choo
Preço de mercado:
$ 600,00



Com sapatos tão caros, ninguém se vai lembrar de andar a pé...

Porsche Cayenne Turbo S
Preto
Estofos camel
Preço de mercado:
€ 161.001,39



Relógio Ebel
Colecção: Gems of the night
Modelo: Moon Chic Coeur Diamond
Preço de mercado:
$ 17.000,00

(não sei se repararam, o relógio faz pendant com a carteira)

Ora já estou calçada, tenho carteira, tenho carro, e o acessório para ver as horas. Por enquanto ficamos por aqui. Um dia destes vamos outra vez às compras...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Melhoras rápidas, Pedro

por Bad Girl, em 15.08.06

Ainda me lembro. Manhã (onde é que já ia a manhã) do dia 12 de Dezembro de 2005. Com 27 anos acabadinhos de fazer, eu queria AQUELE presente. Passei mais de duas horas agarrada ao televisor. Gritei, chorei... o lagarto com quem eu dividia (parte da) a minha vida nessa altura já tinha desistido, e até já estava na sala - daí à porta da rua uns meses depois não foi longa a espera. Afinal, não se ama alguém que não vibra com o mesmo clube. No quarto, agarrada às almofadas, insultei tudo e todos que apareceram naquele écran que não estivessem vestidos de azul e branco. Tempo regulamentar... nada! Prolongamento... nada! Primeira ronda de pénalties e o meu coração preparava-se para saltar pelo peito. Cheguei a fazer aquela fita do "Ai, ai, ai que eu não quero ver", mas com os dedos entre-abertos nos olhos. Um, outro, e depois, no outro lado do Mundo, o Pedro Emanuel olhou de frente (quer dizer, olhou como ele sabe olhar, com todo aquele ar 'enigmático' que os seus olhos conseguem) e marcou!!!!! Sou capaz de dizer que nunca nenhum homem me pôs a gritar daquela maneira (nem de fúria), mesmo estando perto, quanto mais no Japão.
Agora o meu herói tem doi doi... E do fundo do coração, eu desejo-lhe umas rápidas melhoras. Primeiro, porque com ele a marcar pénaltis a coisa vai muito melhor - o guarda-redes nunca sabe para onde ele está a olhar. Depois, porque a sem defesa e sem ataque é que nós não vamos a lugar nenhum. Mas, principalmente, porque ele é o meu herói. E os heróis não ficam doentes!
A braçadeira deve estar ansiosa para voltar para o teu braço! Não a faças esperar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Futebol

por Bad Girl, em 14.08.06
Não pensem que não me custa não falar de um tema que me é tão querido...
Nem pensem que me passam ao lado estes devaneios que sofre a minha equipa.
Nós precisamos de UM AVANÇADO, não do Hélder Postiga!!!! O facto de o Hélder Postiga ter sido o úncio jogador do FCP a ser chamado à selecção não vos diz nada?
Agora, para além de um avançado, precisamos de um treinador. Sim, porque se querem espetar com esta história do Rui Barros, vão contar a outro. Quer dizer, se ele for para treinador, fazemos novas eleições, tornamos o Marques Mendes Primeiro Ministro, e vamos todos morar para o Portugal dos pequeninos! Era só o que me faltava.













Ganhem juízo, por favor, antes que estes se venham a tornar a única glória do Dragão este ano...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.