Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Estas merdas enervam-me

por Bad Girl, em 30.01.08

Hoje não se falava noutra coisa, desde a rádio à televisão:
Andavam dois tigres à solta na EN3.
Lamentável é que a notícia seja os tigres andarem à solta, e não o facto de ser na EN3.
Já mais tarde, a notícia era transmitida em quase todos os órgãos de comunicação social da mesma forma: um dos tigres tinha sido apanhado, e o outro "estava bastante agressivo". Mas esta gente é toda imbecil? Está agressivo? É um tigre. Está a ser perseguido. Está no meio do trânsito. Passou a vida inteira PRESO E A LEVAR CHICOTADAS. Está assustado. Como é que queriam que ele estivesse? A fazer "ronron"?
Será talvez altura de começarmos a deixar de achar que animais presos a viver em espaços exíguos às vontades dos humanos e a serem agredidos em público é um espectáculo. E mais, por enquanto, não consigo escrever, porque estes assuntos deixam-me de tal maneira enjoada e enojada que só me apetece desejar coisas muito más às pessoas que participam, directa ou indirectamente neste dito espectáculo. Quer dizer, não eram assim tão más. Só uma pequena inversão de papéis...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda os chats...

por Bad Girl, em 29.01.08

... onde grande parte da nossa personalidade é revelada.


Às 12H30M
**:de cada vez que falo contigo
tenho a sensação que afinal a gaja sou eu!!!

[...]
Às 17H20M:
**quando é que foi a última vez que disseste a alguém que gostavas dele?
(estou a falar de gostar, gostar mesmo, (...)!)
me: gosto de ti?
sei lá
digo muitas vezes
a amigos e tudo
ainda há pouco disse a um amigo que gostava dele
**: não, dizer gosto de ti com "aquele sentido"
me: vou-te facilitar: nunca disse amo-te
gosto de ti?
assim com aquele sentido?
**: isso eu imaginei logo
me: há meia dúzia de meses
**: só pergunto quando foi a vez em que disseste e se aproximou disso!
me: há meia duzia de meses
**: não tá mau...:)
me: mas não deu em nada
porque eu pus aquilo muito light
vesti a armadura
**: ts ts ts ts

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pensamento do dia

por Bad Girl, em 28.01.08
Os preliminares, tal como a verdade, são sobrevalorizados.

**Está aberta a discussão**

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem acabou o quê?

por Bad Girl, em 28.01.08

Hoje discutia com alguém a importância suprema que as pessoas dão ao facto de terem sido elas a acabar uma relação. Olha-se para alguém. Essa pessoa está completamente na merda. O fim da relação está a corroê-la. E o que é que ela diz? "Mas fui eu quem acabou!". What the fuck does that matter? Não entendo. Ela pôs-me os palitos, mas eu é que acabei. Ele estava a controlar-me todos os passos, mas eu é que acabei. Que raio, não consigo entender. O ego das pessoas funciona, realmente, assim? Faz-me uma confusão total. Uma relação acaba, ninguém lhe põe um ponto final em cima, o ponto acontece como evolução natural na relação. As coisas acabam. Será que é tão importante saber quem acaba com elas? Dizia também a essa pessoa que, assim por alto, hei-de ter acabado com 10% das relações que tive. E a custo. Por falta total de alternativas. De todas as vezes que acabaram com a relação que tinham comigo (que é diferente de escrever "de cada vez que acabaram comigo"), eu fiquei aliviada. Confesso até que, na maior parte das vezes, fiz por isso. Tornei-me insuportável (coisa que até nem é muito difícil para mim...) o suficiente para não dar alternativas. Importa-me pouco que alguém encha o peito para dizer que foi ele que pôs o ponto final na relação. Upa, upa. Quem acaba com a relação não tem a coragem, o direito ou mesmo a possibilidade de pedir uma segunda oportunidade. Isso é para quem foi "dispensado".

Autoria e outros dados (tags, etc)

É preciso coragem!

por Bad Girl, em 27.01.08
Num destes programas da hora de almoço de Domingo, passava uma reportagem sobre a ida de alguns famosos portugueses à neve. Uma coisa que me deixou completamente atónita foi a coragem das ditas famosas. E não estou a ser irónica ou má, como é meu hábito. Nem tão pouco me estou a referir à "coragem" necessária para se começar a esquiar. Nada disso. O que mais me surpreendeu em todas as que deram a cara à entrevista foi isso mesmo: a cara. Im-pe-cá-vel. Maquilhagem "au point". Foda-se, é preciso coragem. Após um dia a esquiar a coisa mais elaborada que eu consigo fazer no dia seguinte é levantar-me... Para pegar na base, no blush, no baton, no rímel, no lápis dos olhos, na sombra, (...) é preciso estar muito à frente. Livra!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Notícia de última hora

por Bad Girl, em 27.01.08

Parece que José Sócrates anda a pensar na sua carreira pós-Governo. Stand up comedy é a alternativa que mais lhe agrada. Hoje teve uma das saídas mais hilariantes de sempre. Depois dos Gato Fedorento e do Bombeiro de Alijó, Portugal conhece agora uma nova variante no humor:

"ASAE não é PIDE". Diz quem viu que, depois de dizer isto, levantou a mão direita, e acrescentou: "Palavra de Engenheiro".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desiludida

por Bad Girl, em 27.01.08
Pois é. Ontem foi um dia pleno de desilusões. Desilusões grandes. Inesperadas. E tudo concentrado num pequeno ser de três anos e meio. Com a maldade semi controlada, decidi mostrar à sobrinha as maravilhas do mundo que nos rodeia. À falta de autorização para levá-la a esquiar, levei-a a conhecer um dos outros prazeres da vida (apropriados para a sua idade): o cinema. A verdade é que a montanha pariu um rato, e tanta expectativa criada na pequena, foi dar numa tremenda desilusão. Primeiro, estava escuro. Depois havia muita luz. Depois estava muito barulho. Depois cheirava muito a pipocas. Depois desesperou e quis ir para casa. Amargurada, decepcionada e incrédula, lá acedi aos pedidos da pirralha e saímos do cinema. Mas acham que a desilusão principal foi esta? A de ela não ter gostado de uma das coisas que mais me deleita? Não, isso não foi nada comparado com o que veio a seguir. Já no carro, conversa puxa conversa, e lá lhe pergunto de que é que ela gostava mais no infantário.
E o que é que ela me responde?
- O Filipe.
Não pensem que fiquei desapontada por ela achar piada a um puto que, pelos vistos, até é bem giro. Desilude-me, isso sim, que isto já dure há, pelo menos 4 meses. Caramba... relações de longo prazo aos três anos? Esta miúda não vai pelo bom caminho... ah, não....

Já agora, se alguém me puder dizer como é que acaba o Bee Movie, eu agradeço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

The fucking freak show!

por Bad Girl, em 25.01.08

Olá. Sejam bem vindos à minha vida. Carregada de episódios engraçados. Salpicada com alguns momentos hilários. Riscada por alguns minutos quase irreais. E, de vez em quando, premiada com alguns momentos que não têm sequer descrição.

Colega e Chefe discutem qualquer coisa sobre alguém que conheceram, ao olhar para o cartão de visita do mesmo:

Colega: Veja lá, Chefe... eles devem ter imenso potencial. Têm escritórios em todo lado. Madrid, Milão, Londres, Nova Iorque, Toll Free... Onde é que fica Toll Free?


Pronto, e mais não conto, que não é preciso. Só vou pegar no passaporte e vou ali apanhar um avião para Toll Free e já volto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Canalha. Infantários. Convívio. Piolhos. Pronto. A ordem foi mais ou menos essa. O meu irmão liga para casa dos meus pais, a avisar que a Bad Sobrinha podia ter piolhos. Aparentemente um dos miúdos lá do infantário levou estes simpáticos animais a passear para o pé dos amiguinhos. Aflitas, as educadoras trataram de avisar os pais das crianças, para evitar a propagação. Por sua vez, os pais decidiram avisar todas as pessoas que haviam convivido com a criança nos últimos tempos. E a coisa aconteceu da seguinte forma:
Bad Mum - Bad, o teu irmão ligou a avisar que no infantário da tua sobrinha andava por lá um miúdo com piolhos.
Bad lembra-se que tomou conta de sobrinha dois dias antes. Dormiram as duas juntas, cabecinha com cabecinha. Como um hipocondríaco ao pé de uma dor de cabeça, as mãos dirigiram-se à cabeça para exterminar uma comichão repentina.
Bad - Oh, mãe. Estou cheia de comichão. Queres ver que eu tenho piolhos?
Bad Mum e Bad Dad riem-se em uníssono:
Bad Dad - Deixa-te lá dessas coisas. Se falamos de pulgas, tu coças-te. Se é de piolhos, tu coças-te... és é impressionável.
Bad - Oh mãe, oh mãe, vê lá a minha cabeça a ver se eu tenho piolhos!!!! (sim, isto aconteceu há pouco tempo, não há justificação para o comportamento ligeiramente infantil)
Bad Mum sabe que não vale a pena argumentar, e começa a verificar cada milímetro de couro cabeludo na minha cabeça. E as más notícias não tardaram:
Bad Mum - Oh filha, tu piolhos não tens. Mas tens muitas brancas. Olha lá para isto.
Bad Dad intervém:
- Oh mulher, mas tu queres arranjar um problema ainda maior? É que isso dos piolhos saía com champô. Mas as brancas... Isso é coisa para a pôr uns anos no Psiquiatra.
Bem vindos à minha família: aquela que diz tudo que lhe dá na real gana, que ironiza com os males dos outros e que, ainda por cima, tem toda a noção da realidade. Quem sai aos seus...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já não sei onde ouvi isto...

por Bad Girl, em 24.01.08
... mas achei giro:
- O que é o sexo, sem amor?
- Então... é sexo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/5



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.