Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O CM, sempre a surpreender...

por Bad Girl, em 29.06.09

"Jackson não é o pai biológico dos filhos"

 

 

Nã....

Querem convencer-me que ele não é o pai daquelas crianças caucasianas e semi loiras? Não posso acreditar... ele há com cada notícia bombástica...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hesito...

por Bad Girl, em 29.06.09

" Tony Carreira dá concerto privado para Ronaldo e família"

Entre usar a expressão: "Só se estraga uma casa" ou o ditado popular: "Uma desgraça nunca vem só"...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Couldn't care less

por Bad Girl, em 26.06.09

 

Sim, e agora não se vê mais nada na televisão. O Michael foi desta para melhor, e ai-meu-Deus, é tudo a dar especiais sobre o dito, que agora é o maior de todos e era o maior e mais completo artista de todos os tempos, esqueçam o Elvis e o Freddie Mercury, mandem calar o Prince e ignorem a Madonna. Este está morto e ainda não enterrado, e isso dá-lhe direitos. Pedófilo ou não, maluco ou não, branco ou preto, morto ou vivo tirem-me o homem da televisão, que já lhe estou a ganhar uma alergia igual à que ganhei ao CR7 (que há-de estar a roer-se todinho por já não aparecer nas notícias vai para mais de 24 horas...).

 

Sobre este assunto, apenas uma constatação: enquanto fazia zapping ontem, por volta das 23h00, comprovei as altas capacidades dos canais portugueses. A CNN, a Sky News, a BBC News e até a TV Record!!!!!!, transmitiam, em directo, a notícia. Enquanto isso, na SIC Notícias passava uma repetição da "Quadratura do Círculo", a RTP N tinha um debate em directo sobre futebol e a TVI 24 passava uma reportagem sobre o Iraque (se não me engano). Nem um mísero rodapé a anunciar a novidade. Onde estavam os responsáveis dos canais?Tinham ido jantar? Estavam com fominha, era? Não devia ser de audiências...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Agora a sério...

por Bad Girl, em 25.06.09

Vou contar-vos a minha junta médica, minuto a minuto, que é coisa para vos deixar ofegantes de tanta excitação. Primeiro foi o estacionar: uma pessoa com uma canadiana é menos válida o suficiente para ser deixada à porta pelo senhor seu macho e esperar que ele estacione o carro para vir continuar o trajecto? Não me parece. Assim sendo, chegámos com um adianto que foi depressa anulado pelos vinte minutos que aqueles 150 longos metros levaram a fazer. Chegados à entrada do evento em si, deparamo-nos com um cenário semelhante à entrada do Sasha Beach em pleno Agosto. Teria a informação da minha ida à JM sido espalhada aos quatro ventos? Seriam aqueles os meus leitores que, frustrados por já não poderem deixar comentários insultuosos no blogue, se deslocaram à Marechal Gomes da Costa para me empurrarem escada abaixo (Pausa para explicar: aqueles tinham de ser os que costumavam deixar comentários insultuosos porque eram, na sua maioria, feios. E certamente doentes)? Não, não eram os leitores deste blogue e toda a sua vizinhança. Isso não perfaz as mais ou menos 300 pessoas que eu lá vi, à espera que lhes fosse comprovada a necessidade de baixa (Há assim tanta gente doente nesta terra?). Passadas as barreiras burocráticas (vai ficar muito mal isto que eu tenho para dizer, mas tem mesmo de ser dito: os funcionários lá do sítio eram simpáticos. Um grande bem haja, sim?), e as físicas (uma escadaria muito prática para pessoas com problemas de locomoção, aka Bad Girl), sala de espera. A senhora da secretária não tinha pulmões que chegassem para fazer jus às necessidades das salas de verificação. Ainda ela estava a chamar o Manuel Silva para a sala 2, já os médicos da sala 1 reclamavam a presença da Dona Maria Soares, and so on. Aí uns 15 minutos de espera para a coisa mais rápida da minha vida (e olhem que eu já andei com um tipo que sofria de ejaculação precoce - agora que penso nisso quem sofria era eu...):

Uma secretária. Dois médicos. Olharam para mim? Não senhor. E o mais mal é dele (já que o segundo elemento era uma ela). Mandaram sentar-me. Dois minutos para a coisa, enquanto me perguntavam:

 - Então porque é que está de baixa?

 - Fiz uma ruptura de ligamentos.

 - E onde?

 - Onde em que sítio, ou em que parte do corpo?

 - Os dois.

 - Foi no joelho...

 - Qual?

 - Direito.

 - Foi operada?

 - Sim.

 - Onde?

 - ***********

 - Quem é que a operou?

 - O Dr. ************ (apelidos)

 - Ah, o *********** (primeiro nome)

Nesta altura eu sento-me. O que deu muito jeito aos senhores, porque foi simultâneo com a entrega dos exames e com o fim do assunto deles.

Pega em atestado, agrafa ao processo, "obrigado e as melhoras", agora já te levantavas rápido, que tem de vir a Dona Henriqueta Morais. Mais 15 minutos de espera à frente da única senhora que servia todos os "clientes" do edifício secular, pega lá atestado de incapacidade, "obrigada e as melhoras".

E, agora sim, foi isto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Resumo da junta médica em si

por Bad Girl, em 24.06.09

1 minuto

2 minutos

3 minutos

 

Vai ser tão bom, não foi?

 

Foi isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Sossegadinha na minha bicicleta que se recusa a ir a qualquer lugar, dou de caras com um inédito episódio: um JB novo nas lides das fisioterapias aparece lá de namorada a tiracolo. Isso não é tão estranho. Desocupadas como elas só, as WAG dos ditos lá vão aparecendo com os seus decotes e as suas fartas cabeleiras loiras. Mas esta não "apareceu". Esta chegou, colou-se à cabeceira da cama como se estivesse a velá-lo, e ia controlando os exercícios pelo rabo do olho direito, enquanto o olho esquerdo sonhava com promessas de um futuro cor-de-rosa ao ver uma dessas revistas do social. Fazia-lhe uma ou outra festa no braço de cada vez que uma fisioterapeuta se aproximava. Mas isso não teve graça. O que teve graça foi a breve ausência dela para ir à entrada, de onde surgiu com: o pai, a mãe, uma avó, um puto que podia ser irmão mais novo, e um adolescente que podia ser primo ou irmão do meio. Sim, irromperam por uma clínica de fisioterapia adentro seis pessoas que não estavam lesionadas (o cérebro não conta). Ora depois de sei lá bem quantas anestesias gerais, e há quase dois meses de baixa, já dou por mim a dizer coisas que só devia estar a pensar... mal vejo a entourage deste JB, lá me sai um:

 - Chiça, mal o apanhou preso a uma cama foi logo buscar a família. Ainda aparece por aí o padre...

 

Pronto, não foi bonito. Mas com aquele ar, duvido que ela tivesse entendido à primeira.

 

Ups, agora que penso nisso, acho que também disse isto em voz alta na altura...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Outra embirração, CR7 descansa um pouco

por Bad Girl, em 19.06.09

AR: Nuno Melo encerra debate da moção de censura a dizer que CDS quer ser "bom governo" daqui a meses

 

Nuno Melo atrasa início da sessão

 

Nuno Melo: 3300 quilómetros a ouvir piropos

 

Nuno Melo, um serzinho irritante com laivos de arrogância, má educação e um mau penteado parece-me padecer de um mal muito comum em pessoas assim. Na minha terra isso tem um nome. Tesão de mijo. Pardon my french, mas não há outra maneira de pôr as coisas. Alguém que se galvaniza com 8,37% de votos de menos de 40% dos portugueses é igual a alguém que acorda de tenda armada e acha que vai fazer alguma coisa com aquilo... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rasgar o tempo

por Bad Girl, em 18.06.09

Queria rasgar o tempo. Vê-lo numa parede de papel. Chegar com a mão a um canto. Rebentar o papel com o indicador e puxar a folha até cá abaixo. Ouvir o barulho do tempo a ser rasgado, e ver o que está do outro lado. Depois com todos os dedos. Rasgar pedaços de papel. Ora os maiores, ora os mais pequenos, até sobrar nada. Só o que está do outro lado. Nem passado nem presente, apenas um vislumbre do futuro. Imagino-me a arrancar pedaços com força. Violentamente. Outros mais devagar. Tirar pequenos pedaços que insistem em ficar agarrados. Ouvir o papel definhar sem poder fazer nada. Sem poder voltar ao sítio de onde fora arrancado, segundos antes. Apetece-me rasgar o tempo como se de uma parede de papel se tratasse. Com o receio, porém, de que este seja papel de parede.

 

 

Efeitos de uma baixa interminável.    

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O 24 horas já se decidia...

por Bad Girl, em 16.06.09

 

 

Na mesma página o 24 Horas tem duas notícias sobre um jogador novo para o Sporting. Num dos links, ele cai cedo. No outro ele sai cedo. Já percebemos que ele é precoce. E para o Sporting deve ser igual se ele sai cedo ou cai cedo. Desde que faça uma das duas, é igual aos outros que lá estão. Agora os senhores do 24 Horas online já tratavam de arranjar um editor... Desculpa, Miguel, mas não podia deixar passar...  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crónicas da fisioterapia II

por Bad Girl, em 15.06.09

 

Na bicicleta, eu.

Numa marquesa, um JB que joga na terra do Drácula.

 

Bla, bla, bla, que eu até estou muito bem, já ele está lá há seis meses e ainda vai ter muito para andar, e a vida na terra de Ceau§escu, bla, bla, bla... e toca-lhe o telefone.

 

Ele atende e fala numa língua estranha. Desliga e eu tenho uma coisa anormalmente simpática para lhe dizer:

 - Pelo menos adaptou-se bem à língua.

Ele olhou para mim. Primeiro com ar inquisidor. Depois com estranheza. Responde:

 - Agora? Eu estava a falar inglês...

 

Lição do dia: não sabes ser simpática, não vale a pena  tentares... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.