Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Este post é sobre sapatos...

por Bad Girl, em 24.02.10

Para não me esquecer que este ainda é um blogue de gaja (ahahahahahah). Porque a seguir quero falar de temas como política, calamidades públicas catástrofes e futebol. E depois vêm as queixinhas do costume sobre o facto de este blogue, que até era tão bom, afinal ter opiniões sobre outras coisas "desinteressantes" (tipo o estado da nação, e isso...). E então sou obrigada a fazer um post sobre sapatos (era isso ou sobre a importância de um gajo nos responder ou não a uma sms nos dois minutos seguintes ao envio), para poder penitenciar-me perante tão exigentes leitores, que me avassalam com mails a reclamar uma volta editorial ao blogue. E têm razão. Afinal pagam para cima de um dinheirão para virem cá espreitar, e eu não sou capaz de lhes dar aquilo que é um direito deles? Shame on you, Bad. Portanto, e como este post é sobre sapatos, eis o que me apetece (está parva, a gaja, agora tem apetites) dizer sobre o assunto:

Gosto de sapatos. Calço o 37. Gosto principalmente de sapatos com uma biqueira afiada, para espetar a dita no traseiro das pessoas que me mandam mails a reclamar os temas dos posts.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A ignorância militante no seu melhor

por Bad Girl, em 21.02.10

De acordo com o Priberam, família define-se assim:

s. f.

1. Conjunto de todos os parentes de uma pessoa, e, principalmente, dos que moram com ela.
2. Conjunto formado pelos pais e pelos filhos.
3. Conjunto formado por duas pessoas ligadas pelo casamento e pelos seus eventuais descendentes.
4. Conjunto de pessoas que têm um ancestral comum.
5. Conjunto de pessoas que vivem na mesma casa.
6. Conjunto de vocábulos que têm a mesma raiz.
 

Lamentavelmente, há pelo menos 2.500 iletrados que não sabem o significado de uma palavra que usaram como mote para a sua manifestação. É fantástico. Quando pensamos que estamos perante pessoas apenas ignorantes e intolerantes, percebemos que não respeitam sequer a língua do país onde vivem. Como é que poderiam respeitar a liberdade dos outros?

 

Um exemplo de família (bastante comum) que não se enquadra no modelo quadrado e fechadinho de gente que aceitou a presença da extrema direita portuguesa na sua manifestação (tudo para fazer número): pais divorciados que vivem com os filhos. Ou mães solteiras. Afinal foram dois.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda sobre a liberdade de expressão

por Bad Girl, em 20.02.10

 

Quem? Por trás desta T-shirt, Mário Crespo.

Quando? Na passada quarta-feira, dia 17 de Fevereiro, mais ou menos duas semanas depois de Mário Crespo se queixar publicamente da falta de liberdade de expressão, ofendido qual virgem a quem acabaram de roubar a virtude.

Onde (esta é gira, esperem para ver)? Na Comissão de Ética da Assembleia da República. Voilá. Este país que esventra a liberdade de expressão dos jornalistas aceita que um destes apareça na Assembleia de República com uma T-shirt jocosa. Pobre classe que é representada mediaticamente por gente desta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nem há título para isto...

por Bad Girl, em 20.02.10

Vejo no Facebook um chorrilho de actualizações de profiles de pessoas que se "masturbam" com a desgraça na Madeira. Sim, é verdade, a ideia é doentia, mas é a única coisa que eu posso pensar: há gente que passou a tarde a ver directos, a informar onde havia vídeos amadores, e quais os números da desgraça. Cada vez que acontece uma coisa destas, as carpideiras reúnem-se a dizer que têm muita pena. "Coitadinhos!", gritam a plenos pulmões. Gritam para todos ouvirem que elas - as carpideiras, não as gajas - estão muito consternadas com a situação. Tão consternadas que canibalizam tudo quanto é directo. E vão cochichando,  à boca pequena, que têm muita pena, que estão a ver tudo. As desgraças são assim: exploradas na televisão para alimentar as fomes do povo. Não estou a falar daqueles que estão, efectivamente, preocupados com quem conhecem lá (ou quem não conhecem, podemos preocupar-nos com quem não conhecemos), ou tristes por estarmos a viver aquilo que é, efectivamente, uma tragédia. Ainda por cima aqui ao lado, tão perto de nós. Eu trabalhei na Madeira. Ainda tenho lá amigos. Custa-me ver lugares por onde passei, destruídos. Mas ninguém me vê dissecar as notícias que passam na televisão, exprimir toda a minha tristeza nas redes sociais. Porque a mim ensinaram-me que as horas de pesar devem ser respeitadas. Que viver a desgraça alheia não nos conforta (porque "podia ter sido aqui, ninguém está livre!...") e que a expiação dos nossos males não se faz pela solidariedade cantada aos quatro ventos. É doentio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não sei se é da faringite,...

por Bad Girl, em 20.02.10

... da idade, do Inverno ou da neura, mas hoje andei a "limpar" o meu google reader. Não quero mais blogues com mil autores que passam o dia a bajular-se ou, por outro lado, a guerrear entre entre si. Depois há os que vão mais longe, os que usam os blogues para falar mal de outros blogues. Mas a coisa é tão variada que vai daqueles que usam links para tudo e nada (gajos), àqueles que deixam recados alegadamente pejados de mensagens subliminares e meias verdades (gajas). Para intrigas e diz-que-disse já tenho o meu trabalho. Por isso, passaram de 134 para 12. Isso mesmo. É preciso aprender a depurar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comunicado da FC Porto – Futebol, SAD

por Bad Girl, em 19.02.10

Podia ter sido escrito por mim, mas não foi :-(

Lin-do!

Aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dá-se liberdade de expressão...

por Bad Girl, em 19.02.10

... e dá nisto:

 

 

A Lux conseguiu um exclusivo da primeira viagem de avião do filho de Cristina Ferreira (quem??). A Caras não quis ficar atrás e, quando o pequeno usar a retrete pela primeira vez, vai estar lá para registar o acontecimento. Em exclusivo.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

José Lello disse:

por Bad Girl, em 17.02.10

«Ninguém gasta 150 milhões para calar uma senhora»

 

Lido isto, a José Lello só posso dizer que nunca me ouviu cantar.

 

 

O resto das declarações são, obviamente, o chorrilho de disparates partidários do costume...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Encontrei-me*

por Bad Girl, em 17.02.10

Os dias em que não entendia o Lost estão para trás.

Graças ao i e a este resumo.

Delicioso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Questionário (abreviado) de Proust

por Bad Girl, em 17.02.10

A Passaroca lançou o desafio via Facebook e eu aceitei. Não obstante o desafio não me incluir. Aliás, essa terá sido a razão para eu aceitar o dito, parece-me. A explicação está aqui muito direitinha, favor consultar. As perguntas e respostas estão aqui:

1. Qual a tua palavra favorita? Eu.
2. Qual a palavra que menos gostas? Inverno.
3. O que te excita? A vida.
4. O que te esmorece? Frio.
5. De que barulho ou som gostas mais? Jackpot de slot machines.
6. Que barulho ou som mais detestas? Gatas com cio e putos a berrar (não consigo escolher um).
7. Qual o teu palavrão favorito? Fod@-se!
8. Que outra profissão, além da tua, gostarias de ter? Actriz.
9. Que profissão não gostarias de ter? Coveira.
10. Se o Céu existe, o que gostarias que Deus te dissesse quando chegares aos Portões Dourados? Se me deres a Nespresso deixo-te voltar...
 

Pronto, fico então à espera das avaliações ao meu estado psicológico.  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.