Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ultraje

por Bad Girl, em 30.05.10

 

 

Este fim-de-semana passei por alguns cartazes que me deixaram de cara à banda. A Top Atlântico decidiu fazer uma campanha de publicidade que insulta o estado do país, debochando dos portugueses. Se não, vejamos:

 

A Top Atlântico, agência de viagens que pertence ao BES, acredita que ir para Cuba, por € 1044,00 por pessoa ou mesmo para Porto Santo, por € 499,00 por pessoa são "Férias de primeira necessidade". Que um critativo de uma agência de publicidade ache giro apresentar aos seus clientes uma campanha com a palavra "Cuba" escarrapachada num pacote de leite ou "Porto Santo" num pacote de manteiga só me parece pouco esperto. Que esse cliente corrobore com esta ideia, e aceite atirar para os olhos de um povo que luta com cada vez mais dificuldades diariamente, parece-me ultrajante. Convenhamos, da crise não sofrem os ricos. Os ricos não precisam de ir para um sítio qualquer num charter. Nem no meio do povo. Os ricos vão para onde querem, isto não é para eles. É para a classe média, que ainda vai de férias. O que a Top Atlântico está a dizer é que é de primeira necessidade. É como o leite e a manteiga. Em Portugal a taxa de desemprego é superior a 10%. O salário mínimo é de € 475. Meio milhão de pessoas aufere este valor mensal. O endividamento dos particulares representa 138% do seu rendimento disponível. A Top Atlântico, empresa do BES (que por acaso faz créditos pessoais), diz aos portugueses que sim, que podem ir de férias. Devem. Porque é uma coisa de primeira necessidade. Tal como o leite ou a manteiga. Eu acho isto ultrajante. Mas se calhar sou só eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que também era giro...

por Bad Girl, em 28.05.10

... agora que já temos o Project Runway, era comprarem o Top Chef.

Se quisessem, eu podia fazer de Padma. Tenho o que é preciso (uma cicatriz e um apetite de lontra). Desde que não me pusessem este a fazer de Tom Colicchio. É que, juro, já vi concursos de dançarinos, de cantores, de modelos, de estilistas, mas não há peixeirada como as que fazem os Chefs. Talvez porque a faca e o alguidar estão mesmo à mão.

 

Claro que vocês não fazem ideia do que eu estou a falar. Não têm Sony, se calhar...

Têm saudades dos posts sobre o Lost, não têm? Pois é... Too late. Pack your knifes and go.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O mundo está tão diferente...

por Bad Girl, em 28.05.10

Durante toda a minha existência adorei cães. Durante toda a minha vida me "meti" com tudo quanto era cão. Quando era pequena corria para fazer festas a todos os canídeos que se cruzavam comigo na rua (e até fazia festas àqueles que estavam a ladrar dentro dos portões das casas), deixando os meus pais com o coração nas mãos. No Liceu cheguei atrasada a um teste de português porque tive de ajudar um cão a atravessar a rua. O fantástico Professor Cardoso entendeu. É cá dos meus. O ritual é sempre o mesmo: fazemos a corte (ele cheira-me as mãos, take your time) e só depois me atrevo a fazer uma festa. Nunca no focinho, que eu também não gosto que alguém que eu acabei de conhecer me venha enfiara mão na cara. Ontem, pela primeira vez na minha vida, um cão rosnou-me. E eu aceito tudo, a sério. O aumento dos impostos. O campeonato que o Benfica ganhou. Até a possibilidade de o Paulo Bento vir a treinar o FCP (eu não disse que aceito, resignada. Só que aceito). Mas isto é demasiado para mim. É a prova de que o mundo está a mudar para pior. E isto deixa-me quase desolada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não se entende

por Bad Girl, em 28.05.10

O maior órgão do corpo humano é a... pele.

Os médicos da pele são os... dermatologistas.

Porque é que quando vamos ao dermatologista ver umas borbulhitas que apareceram na pele (esse que é só o maior órgão do corpo humano) saímos de lá com uma receita para uma catrefada de cremes não comparticipados?

 

Falida mas cheirosa, é só o que tenho para vos contar.

 

Agora era uma altura simpática para a Ducray me mandar uns cremes cá para casa.

 

Ah, não... presentes é só para bloggers de sucesso. Pronto, está bem, eu compro...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Outros aniversários importantes...

por Bad Girl, em 27.05.10

Há vinte e três anos atrás trouxemos a Taça dos Campeões Europeus para casa.

É antigo? É. Mas é a cores. E não foi a última (a outra tem seis anos e um dia, by the way).

Uma lembrança enviada, via mail, pela Alexandra Costa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Às vezes tenho pena de não ter tomates

por Bad Girl, em 27.05.10

Principalmente quando sei que podia estar a ganhar 800 euros por dia só para coçá-los.

 

Pardon my french, mas realmente há coisas que não entendo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda sobre o "Lost" (embora não pareça)

por Bad Girl, em 27.05.10

Eu não gosto de bacalhau. Já experimentei e não gostei, estou no meu direito. Houve pessoas que me tentaram fazer gostar de bacalhau. Porque há mil e uma maneiras de o fazer, e eu havia de gostar de, pelo menos, uma. Explicaram-me que com natas era bom, que se fossem pastéis de bacalhau eu haveria de gostar. Mas não, nada feito, não gosto de bacalhau de maneira nenhuma. Isso não me dá o direito de achar que todas as pessoas que gostam de bacalhau são parvas. Têm mau gosto. São burras, vão agora gostar de um peixe que nem sequer é fresco. E pobres de espírito. Toda a gente sabe que o bacalhau é um alimento que, historicamente, alimentou os pobres. Não tenho esse direito, pois não? Então porque raio é que estou sempre a ler por aí que quem vê/ viu o Lost é

a) burro - ninguém passa seis anos a ver uma série que não se entende (???!!!???)

b) pseudo intelectual - passou seis anos a ver uma série que não entende só para dizer que vê/ viu (????!!!!???)

c) desocupado - a série durou seis anos, não há mais nada para fazer? (a série teve 121 episódios, divididos por seis anos. Há telenovelas com mais episódios em menos de seis meses e muita gente não perde um).

 

Posto isto, o que eu tenho para dizer é: não gostam não comem, e opinem sobre isso, se assim vos aprouver. Agora parece-me absolutamente imbecil que teçam comentários sobre pessoas que viram a série (eu, por exemplo) como se nos conhecessem de algum lado. Cereja no topo do bolo: eu levantei-me às cinco e meia da manhã para ver o último episódio da série. E a única coisa que isso diz sobre mim é que tenho despertador. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

QUATRO!!!!!!!!!!!!!!!

por Bad Girl, em 27.05.10

 

Começou aqui. Fraquinho, eu sei. Eu e o computador, um nome malandro, uma ideia peregrina: escrever os meus desabafos para meia dúzia de estranhos. Sem grandes pretensões, sem grandes expectativas.

Um ano depois era oficial que eu tinha um vício. Quase dois posts por dia, a pequena família de leitores cresceu. Havia os "estranhos" que apareciam todos os dias. Nesta altura ainda só para me mimar.

Aos dois anos já me saía das mãos. 35 comentários de parabéns. No tempo em que havia comentários. Teria mais paciência ou ainda não teria maus leitores?

No ano passado esqueci-me. Mas tenho desculpa. Tinha uma lesão à jogador da bola, fiquei assim como que... menos esperta. Lembrei-me uma semana depois, nada mau.

 

E pronto, chegamos ao dia de hoje. Vou tentar que a coisa não me saia lamechas, mas a verdade é que é um fenómeno intenso e bastante compensatório. O blogue não sou eu, obviamente, somos todos mais do que umas palavras que deixamos soltas no ciberespaço. Mas é uma parte de mim. Não poderei, numa vida, fazer contas a tudo de bom que este espaço me ofereceu. Fiz amigos. Conheci e "conheci" pessoas. Estabeleci relações de confiança. Tive apoio. Good vibes, quando as pedi. E só posso agradecer a quem está aí desse lado. Ninguém estará por aí há quatro anos, mas há muita gente que acompanha o BGGE desde bebé. O blogue não existe porque é lido mas, sem vocês, isto não teria tanta graça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E sabem quando uma boa notícia assusta?

por Bad Girl, em 26.05.10

Pois, o Jesualdo já rescindiu.

E eu devia estar aos pulos. Mas não posso. Porque há sombras de Paulo Bento e de Domingos Paciência a atormentar-me os sonhos.

Se eu não fosse agnóstica, rezava.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adoro quando as pessoas retruquem zangadas aos meus posts sobre o CR9 dizendo que o que eu tenho é inveja. E que ele é, e faz, e acontece, é lindo, é o melhor, é fantástico. Eu não conheço o Cristiano Ronaldo. Não gostaria de conhecer. Tem uma aura que me enerva. E não é inveja, nem um desejo reprimido de fazer sexo louco com ele durante 48 horas. Temos pena. É gajo que podia não me dizer nada, mas até diz, porque me faz lembrar tudo o que de pior o dinheiro tem para fazer ao ser humano. Muitas pessoas, algumas que até acham que eu tenho inveja do CR, embirram com o Mourinho. Eu cá gosto dele. E até me parece aceitável acusar essas pessoas de terem inveja. Caramba, é mais digno invejar o Mourinho do que o CR... Mas não acuso. E digo o que sempre disse: ele é um bom tipo. E merece as boas coisas que lhe acontecem. Se não acreditam em mim, leiam o que conta Luís Castro.   

 

 

 

* O dia que eu nasci moura e pereça

Luís Vaz de Camões

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/6



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.