Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Caro emigrante,

por Bad Girl, em 31.07.10

Que carro mais bonito. A sério! Nunca tinha visto esse modelo. Nessa cor, pelo menos. Aliás, nem sabia que os faziam que essa cor. Claro, como se eu alguma vez me tivesse posto a pensar se essa cor existe. E gosto do aileron. Dá-lhe um ar mais... coiso. Retira um bocado as atenções do "Super Turbo" que está escrito na parte de trás. E nunca tinha visto jantes tão brilhantes. São giras. Também, se não fiquei ofuscada com o tubo de escape cromado, não seriam as jantes a deixar-me cega.

Posto isto, eu já vi, tu já mostraste, agora OU SAIS DA FAIXA DA ESQUERDA OU CARREGAS NO CABRÃO DO ACELERADOR!

Dasssssssssssseeee....  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dos bons que nos roubam

por Bad Girl, em 30.07.10

Hoje, numa singela mas sentida homenagem a mais um dos bons que a put@ da doença roubou, este é o único post que será publicado neste blogue.

 

António Feio (1954-2010) perdeu a luta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não, a sério? Só agora? Eu e mais uns milhões de mulheres a chamar-lhe put@ há anos, e o Correio da Manhã descobriu agora.

Tststststs....

 

Notícia aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das coisas complicadas da vida...

por Bad Girl, em 29.07.10

Física quântica? Easy.

Biologia molecular? Canja.

Ciência aeroespacial? Piece of cake.

Histologia animal? De olhos fechados.

Antropologia forense? Para meninos

 

O que me lixa é mesmo o atletismo. Acabo de ouvir um jornalista da SIC dizer: "o tronco de Obikwelo foi o quarto a alcançar o plano vertical da borda, mais próximo da linha de chegada.".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu também sei ser preconceituosa...

por Bad Girl, em 29.07.10

Esta manhã ouvi a notícia que faz parte da capa do DN: segredos militares portugueses revelados na net. E esses segredos são revelados em que forma? Relatórios da GNR. E lá fiquei eu a rir como uma doida, a imaginar a importância desses relatórios e a forma como foram escritos.

Imagino o "Xargento Bélchior" sentado à frente da sua máquina de escrever, ditando o relatório do dia ao "Xoldado Jé":

"Afeganistão, 25 de Novembro

Está por aqui um frio que não xe aguénta. Quando dixe à Maria que vinha para o Afeganistão, ela xó me botou camijas de manga curta na mala. Dixe que no dejerto havia de estar um calor que num xe havia de poder. Tenho que avijar a Maria que o dejerto num é quente como dijem lá na terra.

Hoje fijemos uma volta de reconheximento da vila. Gosto dixto. Oj homens xão homens a xério, umas bigodaxas de meter respeito. Mulheres num vi. Anda é por aí uma jente muito esquijita, parexe fantasmas, todax vestidas dos péj à cabexa. O padre Armindo havia de cá vir ver ixto. Por falar em padre, ixto aqui num tem uma igreija adonde a jente poxa ir rejar um bodaco ao domingo. Xou da opinião que eles haviam de cá fajer uma coija bonita, com uma cruz na porta. Ixo é que havia de xer um mimo, tudo a ir à mixa e eu, bloco de notaj na mão, virado para eles a dijer: "os xeus documéntos e os documéntos da viatura, xe faj favor!". Ai, que xaudades da minha terra.

Axinado: Xarjento Bélchior."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já têm a pulseira Power Body?

por Bad Girl, em 28.07.10

Esta moça já. E tem menos stress, tensão e jet lag, essa condição psicológica do dia-a-dia. Ontem caiu-me café nas calças novas e - juro - fiquei com um jet lag que só visto. O MQT teve que ligar de urgência para o psiquiatra que prescreveu logo uns comprimidos. Ao que parece, nestes dias de calor, as pessoas ficam com muito jet lag. É dos nervos.

 

Não ficam é com correctores automáticos no computador. Para isso, toda a gente sabe, é preciso Aspirina.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Imaginem que estavam de férias. Um dia, ao saírem de casa, dão de caras com os pais do Bruno Alves. Não é O Bruno Alves, são os pais do Bruno Alves (nem sequer sei como é que a criatura os reconheceu, mas pronto...). O que é que esta amiga fez, nessas circunstâncias? Rissóis. Pronto. O resto é uma bela história de amizade. Ela vê fotos do Bruno, faz rissóis, leva o "tintol", e os senhores voltam a convidá-la. Parece-me bem.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do preconceito da moda

por Bad Girl, em 28.07.10

Tenho sentido, ao ler alguns blogues, que agora deve ser moda a criação de anticorpos a homens divorciados. E se tiverem filhos? Ui, melhor nem sequer falar no assunto. Parece que os homens divorciados E com filhos são o equivalente a apanhar sarna. Que horror. Um dia estamos muito bem nas nossas vidas de solteiras, só festas e animação, e depois chega o cabrão do divorciado mais as crianças, e estragam tudo. Invadem a vida das pessoas, matam qualquer possibilidade de alegria que poderíamos vir a ter. A menos que ainda se sonhe com uma entrada apoteótica na igreja, não percebo qual é o problema dos homens divorciados. É terem uma ex-mulher? E os outros? Não têm ex-namoradas? E as crianças? Mulheres adultas, resolvidas com a vida, inteligentes, olham para os putos como se estes fossem personagens do "Poltergeist"? Têm medo de crianças? Porquê? Não se lhes pode dar um grito ou um par de estalos? O que me parece é que há um pequeno detalhe que as pessoas alérgicas a divorciados (com ou sem filhos, não importa) estão a deixar para trás: chama-se amor. Ou paixão. As relações são feitas apenas e só por duas pessoas. Podem ter interferências externas? Podem. O mais certo é que venham a ter. Pode haver miúdos insuportáveis que se acham donos do pai e que vão tentar fazer-vos a vida negra? Pode. Isso é altamente provável. Pode haver uma ex-mulher que vos persiga com a intenção de vos afastar? Pode. É possível que haja. A minha amiga M. teve de contratar 3 seguranças para permanecerem à porta de igreja, no dia do casamento. Tudo por causa da ex-namorada do P. que, depois de lhes invadir a casa e de furar os pneus do carro dele, ainda foi para a porta da Conservatória gritar que os matava. Para cenas de faca e alguidar não é preciso haver uma ex-mulher. Só alguém com pouco carácter. Já para ser preconceituoso, só é preciso ter uma mentalidade tacanha. E bullshit

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ideia bri-lhan-te!

por Bad Girl, em 27.07.10

(ou de como eu podia muito bem ser responsável por castings em geral)

1: A Luciana Abreu está desempregada.

2: A Luciana Abreu tem uma loja de roupa no Montijo, com roupa desenhada por ela.

3: A Luciana Abreu tem uma dicção de merd@.

4: Os júris dos concursos de moda gostam sempre de roupinhas que não lembram ao Diabo.

Conclusão: a Luciana Abreu podia apresentar o "Projecto Moda"...

Já estou a ver:

"Ide, amiguinhos, pegainde nas vossas fadinhas inspiradoras e fazende roupinhas super-hiper-mega-rifixes para eu mais o Yannik bendermos na nossa loija!"

 

Tanto talento desperdiçado... às vezes custa-me. A sério que sim...

Autoria e outros dados (tags, etc)

A minha droga

por Bad Girl, em 26.07.10

 

Vocês já sabem o pranto que foi na minha vida o fim do Lost. Zanguei-mechorei, mas lá acabei por me resignar. Numa vida pós-Lost é tudo mais triste, muito mais insonso, chega a ser devastador. A televisão parece emitir imagens em branco, tudo é demasiado simples, tudo é bacoco. Ou melhor, era. Uma vez, em conversa com um amigo (ex) toxicodependente, ele explicava que todas as experiências que fez foi em busca da sensação da primeira vez. Por vezes "tocou-lhe". Hoje, eu, Lostaholic, tive um vislumbre do que é esse toque. De voltar a ficar vidrada no écran. De respirar coordenadamente, de forma a não interromper o raciocínio. De piscar os olhos porque tem que ser. Só mesmo Christopher Nolan para me fazer esquecer a implicação com Leonardo di Caprio. Só mesmo "Inception" para me fazer acreditar que consigo "tocar" novamente a magnífica sensação de ficar absorvida na história.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/6



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.