Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Portanto, estou a subir a Júlio Dinis rumo à Praça Mouzinho de Albuquerque (Rotunda da Boavista) e vejo o senhor das castanhas na esquina. Preparo-me para parar por instantes em segunda fila e deixar os quatro piscas ligados, quando ouço as sirenes da polícia. Era a comitiva do Rei de Espanha, tinha pressa e não parecia ter vontadinha nenhuma de esperar que eu comprasse uma dúzia de castanhas assadas.

Boring? Pois é. Mas posso sempre afirmar que o Rei de Espanha não me deixou comprar castanhas assadas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da verdade

por Bad Girl, em 28.10.10

Podemos tornar-nos pessoas interessantes sem mentir. Podemos ocultar coisas. Não é uma questão de verdade desportiva ou verdade política. É a capacidade que temos de guardar as partes da verdade que nada importam e contar apenas o essencial.

 

Por exemplo, é a mais pura das verdades que, por causa do Rei de Espanha, não pude comprar castanhas assadas no único vendedor de rua que vi, desde que a época das mesmas começou.

 

Já volto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É comprar, senhores, é comprar!

por Bad Girl, em 28.10.10

Outubro - Chávez veio a Portugal comprar os barcos que os Açores não quiseram.

Novembro - Hu Jintao vem a Portugal comprar a dívida que ninguém quer.

Já que estamos a vender o que não nos serve a ditadores, será que Ahmadinejad não quer passar por cá antes do fim do ano? Temos políticos fresquinhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das oportunidades

por Bad Girl, em 28.10.10

Há gente que não reconhece uma boa oportunidade nem que esta lhe morda o rabo. Deve ser porque o rabo é gordo.

 

Este post é muito privado. E só se aplica aí a metade das pessoas que qualquer um de nós conhece.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre as presidenciais

por Bad Girl, em 27.10.10

Cavaco Silva anunciou ontem a sua recandidatura, quase alegando o superior interesse da Nação, e anunciando-se como a solução para os problemas do país.

"«Conheço muito bem os problemas que se colocam a Portugal», acrescentou o Presidente da República, que adiantou ainda que os seus conhecimentos podem ser úteis para «ajudar o país a encontrar um rumo de futuro e vencer as dificuldades com que está confrontado».".

Dois mandatos como Primeiro-Ministro e um como Presidente da República depois, Cavaco Silva encontrou a fórmula para salvar o país. Tudo pelos portugueses. Eu, como portuguesa, digo-lhe que descanse. Que vá gozar a reforma. Por mim, não se mace, Professor.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dos erros crassos

por Bad Girl, em 27.10.10

Há pessoas que escrevem bem, pessoas que misturam as palavras de uma forma quase mágica. Pessoas que nos embriagam de tal forma com o que escrevem que, de um momento para o outro, nos deixam adictos a esses bailados de letras. Há pessoas que escrevem correctamente. Que conjugam os verbos na perfeição. Que sabem as regras linguísticas de cor. Que respeitam as palavras com uma formalidade quase reverencial. Há pessoas que escrevem bem e conhecem a língua de tal forma que, para além de formarem um bailado absolutamente perfeito e brilhante com as letras que combinam, conseguem ter as vírgulas todas no sítio certo, o sujeito vai sempre com o verbo e não há figura de estilo utilizada que não tenha nome. Há, contudo, pessoas que nos contam histórias tão banais de uma forma tão fascinante que pouco nos importa que, uma ou outra vez, tenham um verbo menos bem conjugado ou uma vírgula fora do sítio. E depois há as outras. As puristas. As que se agarram à única coisa que têm, o escrever correctamente, e menosprezam quem escreve bem, apenas e só porque ali, no fim daquela frase, está um ponto e vírgula onde deveria estar um ponto final. O talento não se aprende. Escrever bem não é para todos. Escrever correctamente está ao alcance de todos. E isso, lamentavelmente, faz sofrer muita gente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

760300410

por Bad Girl, em 26.10.10

Ligar para o número ali de cima dá € 0,60 à Ajuda de Berço. Não vai salvar o mundo. Não vai, per se, resolver os problemas que levaram, um após o outro, à situação dramática em que se encontra a instituição. Se, hoje, todos os que vieram aqui ter, pelas mais variadas razões, pegarem no telefone e quiserem abdicar de € 0,60, talvez se consiga fazer alguma diferença. Lamentavelmente, o Estado não tem capacidade (ou vontade) para o fazer. Eu não consigo resolver os problemas da Ajuda de Berço. Mas consigo ajudar. E vocês também. É só pegar no telefone, marcar aquele número, e contribuir. Não custa (quase) nada. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Como disse?

por Bad Girl, em 25.10.10

 

O Cristiano Ronaldo vem a Portugal para gravar um anúncio. O BES paga-lhe, imagino, uma pequena fortuna. Manda o CR vir de Madrid e arranja um cenário, uma equipa de produção e figurantes. Passam uma tarde naquilo. O melhor take que conseguiram aproveitar foi um onde o CR diz: "(...) por isso é que o meu dinheiro está no bejarrender (...)". Alguém faltou àquela aula onde se explicava que, numa campanha publicitária, é importante que o nome do anunciante esteja claro para a audiência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sócrates, esse grande... pensador!

por Bad Girl, em 24.10.10

Enquanto se negociava, em Lisboa, o Orçamento de Estado, o amigo Sócrates pegou na sua gravata azul e no seu amigo ditador e rumou a Norte, na esperança de criar uma bela manobra de diversão. Exactamente na altura em que mete a mão nos bolsos dos portugueses, o "engenheiro" pede ao amigo "índio" que espalhe a notícia: ele quer comprar barcos, computadores e mais de uma mão cheia de produtos produzidos no país governado pelo seu bom amigo Sócrates. Tudo isto, promete o P.M., vai gerar empregos. Tudo isto, promete o P.M., vai gerar receita. Tudo isto, insinua o P.M., graças às boas relações que mantém com o tal ditador. Como não creio em coincidências e acredito que não há almoços grátis, ainda era menina para gostar de saber quais são as contrapartidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da Guida!!!!!!!!!

A Guida, a.k.a. "a virgem mais put@ do mundo", está cansada de não aparecer. A Guida anda insatisfeita com a visibilidade que lhe oferecem as boçais crónicas que tão religiosamente escreve para o Correio da Manhã, aos domingos. A vida da Guida é um bocejo contínuo. Por isso a Guida decidiu ajudar a sua própria causa e fez uma tatuagem. É um momento importante, eu sei. Quando eu fiz a minha andei aí um mês a falar disso. Até publiquei fotos, explicando que a orquídea era uma flor selvagem, que se adaptava às adversidades e que parecia mais frágil do que é, na realidade. As três estrelas... bem, uma para cada década. Mas voltemos à Guida, já que a minha história acaba ali. A Guida fez uma tatuagem, chamou os jornais e disse que queria assumir publicamente a sua paixão por um dos manos dos Anjos. Só para estarmos todos na mesma página: a Guida, alegadamente virgem, aproveita-se da sua condição de "figura pública" para se declarar a um homem casado. Talvez a Guida ache que o Sérgio vai deixar a mulher e eventuais crias em casa e vai a correr rebentar-lhe com o hímen. A Guida não aguentava mais guardar o seu amor platónico. Contou a uma amiga? Não. Contou à mãe? Não. A Guida chamou o pasquim mais aberrante deste país (a bem da verdade, o único que lhe liga), aquele que poderia estabelecer o "contacto" entre ela e a sua paixão e assumiu, perante quem lê o jornal, que é uma putéfia do pior. Se já sentiu os prazeres da carne ou não, não sei. Mas é mil vezes mais put@ do que muita gente que anda por aí a vender o corpo. Porque é sonsa. E é menos iluminada do que um navio fantasma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/5



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.