Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




She's a bitch....

por Bad Girl, em 30.06.11

 

Este post é sobre a cadela. A cadela que destruiu o jardim. A cadela que eu escovo todos os dias, para poder ter 2 metros quadrados de chão sem pêlo. A cadela que eu alimento. A cadela cuja pata eu mergulhei em Betadine e tratei porque estava magoada. A cadela cujas orelhas eu limpo. A cadela a quem eu dou biscoitos. A cadela que me deixou sozinha na sala para se ir deitar ao pé da porta da rua, a chorar a ausência do seu dono. Bitch. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recadinho irónico

por Bad Girl, em 30.06.11

Deve ser lixado teres descoberto o blogue, teres guardado o segredo para ti, para usares quando mais conveniente te fosse e agora... o segredo já não te servir de nada. Deixa lá. É só mais um plano frustrado. Na tua vida é somar e seguir, não é?

 

Desculpem-me os leitores habituais, mas este tinha mesmo de ser...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Atire-se, então, a primeira pedra...

por Bad Girl, em 30.06.11

Eu já passei semáforos vermelhos. Não foram muitos, mas foram demasiados, considerando que bastava um para eu ter levado com um carro em cima. Afinal, era um sinal que estava amarelo quando a primeira parte do carro passou e só ficou vermelho depois. Já pisei linhas contínuas. Já fui multada uma vez por ter feito uma manobra perigosa. Já fiquei com o carro virado ao contrário numa saída da auto-estrada, e não sei como é que isso aconteceu. Já perdi a conta às vezes que me sentei no banco de trás de táxis, sem usar o cinto de segurança. Já fiz um Algarve-Porto depois de ter trabalhado durante 24 horas, para poder passar o Natal em casa. Regressei ao Algarve um dia depois, pouco mais "dormida". Já atravessei a rua quando o semáforo para peões estava vermelho. Já ultrapassei os limites de velocidade. Eu não sou pior do que ninguém. Gosto de cumprir as regras, mas nem sempre o faço. Importa-me lembrar tudo isto antes de me achar no direito de julgar alguém. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das guerras...

por Bad Girl, em 29.06.11

Normalmente, nesta coisa das guerras, sou uma espécie de Suíça. Excepção feita quando um dos lados me "exige" uma tomada de posição. Nesse caso, acho sempre que devo estar do outro lado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Das cidades que importa conhecer (que são todas), já se sabe, as instruções são básicas:

1 - Se querem ver (apenas e só) coisas bonitas, deixem-se ficar pelo centro.

2 - Os guias têm tudo. O que não está nos guias, está no TripAdvisor.

3 - Falar ou compreender a língua que se fala nesse país é meio caminho andado para nos divertirmos menos.

 

Rudas Baths, 4º dia de viagem. Já nos havia chegado aos ouvidos que ir a Budapeste e não visitar um dos seus SPA termais era como ir a Roma e não ver o Papa, mas em mau. Como nunca calhei de ver o Papa, não quis ficar para trás também nesta coisa de ir a banhos. Não sendo dos mais famosos, o SPA termal Rudas era um dos mais pontuados no TripAdvisor, e foi lá que decidimos ir ultrapassar barreiras. Linguísticas, odoríficas e, atrevo-me a dizer, morais.

 

Chegada: a senhora vende bilhetes e não está para coisas esquisitas, tipo falar inglês.

 - Can we also have a massage?

 - Yes. We have oil massage and soup massage.

 - Soup massage?

 - Yes, with soup.

 - ?

Senhora simpaticamente aponta para écran onde passam imagens de uma relaxante massagem com sabão.

 - Ah, soap!

Espertinha, esta que vos escreve vai logo de dizer que óleos há cá na terra, o que ela quer mesmo é sabão. O MQT ficou-se pelos óleos. Como se isso tivesse sido uma boa ideia... 

 

A senhora dá-nos a pulseira que indicava o que tínhamos incluído, o senhor recebeu-nos à porta dos balneários para dizer:

 - Oh, portuguese. Io parlo un poco portuguese...

Claro que sim.

 

As piscinas interiores estão numa moldura absolutamente espectacular. Vá-se lá saber como, os perdulários dos húngaros conseguiram manter uma cúpula otomana. Uma dica: apreciem a vista. O cheiro a enxofre que se vai sentindo um pouco por todas as piscinas, não sendo intenso, não é propriamente agradável. Mas nada disso nos podia incomodar. Nós tínhamos uma massagem espectacular marcada para dali a nada. À nossa espera no corredor estavam dois senhores que tanto podiam estar ali como no talho a cortar carne. Minto. Podiam mais estar no talho a cortar carne do que estar ali. 

 - Massage?

 - Yes we have a massa....

 - Put watch there.

E pronto, a pulseirinha lá disse que eu devia seguir o senhor gordo de bigode e cujas partes estavam apenas cobertas por uma espécie de lençol e que o MQT devia seguir o outro, que era uma espécie de gémeo deste, mas sem bigode.

Lá fui eu atrás do senhor, que arranjava pacientemente o lençol, para uma sala com três marquesas, duas delas devidamente ocupadas por homens que estavam já a ser massajados por outros dois senhores, atenção focada apenas no motard de dois metros de altura que massajava o senhor na marquesa ao lado. O meu viking dos tempos modernos aponta para a marquesa e eu, misto de medo e curiosidade, lá fui. Velinhas? Mariquices? Ah, e tal, vamos dar-lhe tempo para relaxar enquanto ouve os Pan Pipes em fundo... Nada disso: baldada de água quente por mim acima, sabão a passar por toda a pele disponível para vista, aperta, aperta, bate, bate, pressiona, pressiona, massacra, massacra, cheirinho a sabão Clarim, toca-me no ombro, manda-me virar de costas para cima, desaperta a parte de cima do biquíni, repete o processo, bate ainda mais, mais cheiro a sabão Clarim, duas palmadas no rabo (mesmo!!) e porta da rua é a serventia da casa. Meus amigos, aquilo está ao nível das melhores massagens que experimentei. Desapareceram-me os quilómetros acumulados nas pernas, as dores nos pés. Está bem que também desapareceu metade da minha dignidade, mas porra, valeu a pena. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vou ali e já volto.

por Bad Girl, em 21.06.11

 

Façam o favor de ter saudades minhas....

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nem me deste tempo...

por Bad Girl, em 21.06.11

Há coisa de um ano, mais semana menos semana, eu prometi que este blogue ia andar em cima de ti.

E andou, mais ou menos. Não sou propriamente uma stalker... Fui constatando uma ou outra coisa, fui mandando uma ou outra boca. Estava preparado um grande post para o início desta época, mas tu nem sequer me deste tempo de escrever um à maneira, dizendo que sim, que foste aprovado. Por isso é hoje, no dia em que vais para outro clube, que eu te aceito oficialmente como parte do meu. E não, não é uma questão de mau timing e nem sequer uma coisa a despropósito. Imagino que haja muita gente chateada contigo, neste momento. Não sei se as pessoas não compreendem ou não querem compreender que os sonhos não têm de ser poucochinho, como a realidade da maior parte das pessoas. Se devias alguma coisa ao clube que te deu uma oportunidade, estou certa de que pagaste tudo com o trabalho que deixaste feito. Sabes, André, de pessoa que acaba de rescindir para correr atrás de um projecto maior para pessoa que acaba rescindir para correr atrás de um projecto maior, desejo-te muito sucesso. E faço o que espero que sejam capazes de fazer contigo os teus ainda (?) superiores hierárquicos: agradeço, do fundo do coração, tudo o que trouxeste ao clube. Muito obrigada, sê bom no que vais fazer, e sê feliz. E continua ruivo. Eu cá vou tentar fazer o mesmo. Menos na parte do ruivo....  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Às vezes acho que as pessoas autorizam lobotomias e, logo a seguir, vão escrever e-mails.

 

Ora há um individuo que eu conheço de parte alguma (somos éramos amigos no Facebook) que acha que isso lhe dá o direito de:

1 - me tratar por "tu"

2 - me enviar um e-mail (e a outras 200 pessoas) sem utilizar o BCC

3 - me dizer que eu tenho que fazer coisas por ele...

 

Portanto, o e-mail reza da seguinte maneira (os meus "bitaites" estão a cor de rosa o resto é da exclusiva responsabilidade do tipo cuja identidade eu estou a preservar, vá-se lá saber por que razão...):

 

 

"Olá tudo bem Olá, XPTO.... 

 

Estou a enviar-te este e-mail  porque preciso da tua ajuda. Donativos para instituições de caridade? Petições para salvar animais abandonados? Já sei! Comida para o Banco Alimentar!

 

Eu e a minha equipa RE/MAX estamos a concorrer no CHALLENGE RE/MAX 2011 e esta semana precisamos da tua ajuda. Ah, isso...

 

O CHALLENGE é uma actividade da RE/MAX para fomentar o espírito de equipa e angariar potenciais clientes, compradores ou vendedores, bem como senhorios ou arrendatários. Mais nada? Rabinho lavado com água de rosas? Um chá? Um par de estalos bem dados?

 

 

 

Estás disposto a ajudar? Não, por acaso não estou dispostA a ajudar.

 

 

 

Então é o seguinte, até sexta-feira à meia-noite tens que me dar pelo menos 1 nome,  o número de telefone  ou o e-mail de alguém que neste momento esteja a comprar, vender ou a arrendar uma casa. Desculpa, eu tenho que? Ou tu o quê? 

 

 

 

Lembraste de alguém neste momento? Não, não lembras-te. Lembro-me de alguém, contudo, que tem de ir para as Novas Oportunidades.

 

 

 

Não! Olha, acertou uma. Palavra correcta, bem escrita e pontuação bem aplicada. Criei um monstro, querem ver?

 

 

 

Ok então tens até sexta-feira à meia-noite para encontrares essa pessoa, pode ser um vizinho, ou colega de trabalho, pede ajuda aos teus amigo e à tua família. Sei os vais encontrar. Fod@-se, é melhor começar à procura de alguém, ou o gajo que eu não conheço de lado nenhum, mas que me trata por tu e me dá ordens ininterruptamente, vai ficar desiludido. Vai na volta ainda perde o tal do Challenge e eu serei a responsável pela ausência do espírito de grupo...

 

 

 

Assim que encontrares 1 liga-me logo, pode ser ou envia-me um e-mail. Olha, estás certinho. Posso ligar-te já? Tenho uma lista de gente que pretendo chatear que nunca mais acaba.

 

 

 

Se encontrares mais do que 1 ainda melhor! Que eu mal pergunte, melhor para quem?

 

 

 

Muito obrigado amigo! Sabia que podia contar contigo Podes sempre contar comigo. E com o meu blogue.

 

 

 

Beijo ou Abraços Ou nada. Pode ser nada? Boa!

 

 

Há gente que não se mede, não há?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eclipsou-se o sentido da conversa...

por Bad Girl, em 15.06.11

MQT - É hoje o eclipse?

Bad - Se é, não vi.

MQT - É suposto.

Bad - Não dei por nada.

MQT - Andas com a cabeça na lua...

Bad - Não ando. Se andasse, via...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do Facebook...

por Bad Girl, em 13.06.11

E aquelas pessoas que actualizam o status dizendo:

"A jantar no restaurante mais caro no Algarve, para onde vim no meu Mercedes novo, passar o fim de semana com a minha família perfeita!"

E, passados quarenta minutos: na-da! Ninguém quis saber. Então ele inaugura os comentários do seu próprio status, dizendo:

"Após um dia perfeito passado na praia com a minha linda mulher e os meus fantásticos filhos."

E, dez minutos depois: na-da! Novo comentário do próprio:

"Chegou o prato principal. Caro, mas vale a pena. "

Meia hora depois o "Manel" faz "like". E lá diz ele:

"As melhores coisas da vida são simples e não têm preço, Manel!"

 

Isto é baseado num caso real. Não copiei ipsis litteris por causa dos erros. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.