Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

Clooney aqui não é sexy. Clooney aqui é um pai de família. Clooney é, portanto, aqui, mais actor do que sex symbol.

Triste.

O filme? É simples. E Doce. E Honesto.

Feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não admira que o país esteja como está

por Bad Girl, em 30.01.12

A FNAC fez uma campanha onde diz para trocar "Os Maias" pela Meyer. Raios me partam ao meio se eu alguma vez li uma letrinha da Meyer. Diz que mete vampiros e lobisomens e bichos exóticos vários. Li, porém, duas vezes "Os Maias". Uma porque fui obrigada, para fins escolares e a outra só pelo gozo que me deu a primeira. Aposto que muitos dos que se insurgiram contra a campanha nunca puseram a vistinha nas páginas d'"Os Maias", mas lá que se deram como ofendidos, ai isso, foi como se lhes tivessem arrancado a pureza da alma, como se lhes tivessem roubado um último sopro de dignidade.

 

Fosse Eça vivo e haveria de se rir desta sociedade pequena e mesquinha que ainda temos. Desta sociedade podre de humor, que não lhe lê um livro mas que o defende com unhas e dentes, como se da sua obra preferida se tratasse. A que mediocridade pretende chegar a sociedade, que pega nesta "causa maior", cavalgando de espada em punho, defendendo as suas Dulcineias de moínhos de vento imaginários.

 

Não deixa de ser curioso que a campanha da FNAC, para quem souber e quiser ler na entrelinhas, diz apenas para trocar uma obra (CD, livro...) velha por uma obra nova. Sendo que os livros velhos serão dados à AMI. Pegarei eu nos livros que há nesta casa, que já estão lidos e que letras novas não têm, dá-los-ei de bom grado "à troca" por obras mais recentes. Livre de preconceitos e de ideias pequeninas. Ler também ajuda a isso.

 

Se me apetecia ir à FNAC trocar "Os Maias" pela Meyer? Não, não me apetecia. Mas tenho aqui uns clássicos russos para a troca. Podem dar-me Stieg Larsson, que não me importa. 

 

Despeço-me com Eça, esse que tantos abomina(ra)m na adolescência e de quem da obra só conhecem os resumos:

 

"Nas nossas democracias a ânsia da maioria dos mortais é alcançar em sete linhas o louvor do jornal. Para se conquistarem essas sete linhas benditas, os homens praticam todas as acções - mesmo as boas."

"Em todas as evoluções da arte, nós (portugueses) nunca aproveitamos com os princípios, e ficamos sempre com os maneirismos."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quanto a isto dos nomeados...

por Bad Girl, em 29.01.12

Quero deixar aqui bem claro que não tenciono ver "O Artista". É provável que ganhe, e isso transforma este no primeiro filme vencedor de Oscar que eu não vi, desde 1992. Mas porra, é a preto e branco, é mudo e é francês. Eu sei que tem o cãozinho, mas o cãozinho não apaga tudo. "É francês e tem um cãozinho", eu via. "É mudo e tem um cãozinho", eu também via. "É a preto e branco e tem um cãozinho", vamos a isso. Mas francês, mudo e a preto e branco... não há cãozinho que o valha. Nem eu sou "culta" que chegue.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ontem foi dia de "The Girl with the dragon tatoo"

 

Rooney Mara em 2010 

 

Rooney Mara em 2011

 

 

Rooney Mara está nomeada para o Oscar de melhor actriz. Se eu acho que vai ganhar? Não, não acho. Se eu acho que a interpretação dela é fantástica? Sim, é. O filme é duro, gráfico e intenso. Rooney Mara é meio filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não é nenhum Lost...

por Bad Girl, em 29.01.12

 

 

Mas safa-se muito bem.

 

E tem um ruivo. Vocês sabem lá o que eu gosto de ruivos!...

Autoria e outros dados (tags, etc)

E é isto. Uma pessoa mentaliza-se que vai deixar de dizer palavrões, come uma uva passa à meia-noite por causa disso e, 28 dias volvidos dessa resolução, aparece-me esta puta de merda para me fazer faltar ao prometido. Katinka Simonse, que a partir de agora será chamada de cabra do caralho neste post, acha giro matar e mutilar animais em nome da arte. Uma simples busca no google com o verdadeiro nome da cabra do caralho e poderão desfrutar da criatividade artística daquela cabeça toda fodida: ele é gatos mortos com um torcer de pescoço que, mais à frente, se transformam em carteiras, cães completamente mutilados e colocados em pedaços para um perturbado display,ou pintaínhos mortos e pendurados pelo pescoço, numa demonstração de arte do mais alto nível. Mas não é só a cabra do caralho e a puta da arte que ela faz que me perturbam. Há, pelo menos, uma galeria que expõe isto e há-de haver público, certamente tão ou mais fodidos da cabeça do que a cabra do caralho que vão acenar que sim com a cabeça, enquanto vomitam palavras maravilhadas e aplaudem a criatura. E ainda há quem entenda que a criatura faz tudo isto para criar uma consciência sobre a forma como os animais são tratados na sociedade actual. Que a sociedade é hipócrita pois fica chocada com o que ela faz (Não! Quem se atreve???) mas que faz o mesmo, com outros animais ou de outra forma. Pois sim. Gosto muito da forma como ela faz chegar as mensagens. Vai na volta o 11 de Setembro foi uma forma que o Bin Laden encontrou de se manifestar contra a violência que vai no Mundo. Olha, filha, só espero que um destes dias te passe mais uma ideia artística de merda pela cabeça e decidas fazer um auto-retrato.

 

Enfim, se aguentaram os palavrões até ao fim, podem sempre assinar a petição que aqui corre: http://www.change.org/petitions/bring-animal-killing-artist-katinka-simonse-to-justice?utm_medium=facebook&utm_source=share_petition&utm_term=friends_wall. Para quem tiver mais estômago, há vídeos vários da senhora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

It's a wonderful night to the Oscar!...

por Bad Girl, em 25.01.12

Boa notícia 1 (recebida lá para meados de há algum tempo):

 

Billy Crystal volta a apresentar a cerimónia.

 

Boa notícia 2 (recebida ontem de manhã): 

A Academia reduziu os meus momentos de sonolência/ desmaio durante a cerimónia a apenas dois. Este ano, graças a Deus, à Nossa Senhora e a todos os anjinhos, surpreendentemente, há apenas dois nomeados para melhor canção original.

 

Boa notícia 3 (recebida ontem a seguir ao almoço, via sms chocado):

Uma das canções nomeadas é de Bret McKenzie. Ei-la: 

 

 
Não é tão boa como esta, mas foi o que se arranjou. 
 
Hoje é quarta-feira. Não se esqueçam. It's business time ;-)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Moshi Moshi

por Bad Girl, em 23.01.12

 

Diz que é o último grito da moda.

 

Estrelas de Hollywood, fashionistas, geeks... anda tudo com o Moshi Moshi agarrado ao iPhone. Prático, leve e fácil de transportar, como se vê pela imagem.

 

Se um dia me apanharem com um pingarelho destes, façam o favor de mo arrancarem das mãos e de me darem com ele na cabeça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Boa, Zon!

por Bad Girl, em 23.01.12

Cara Zon,

 

Vai chegar o dia (e algo me diz que não faltará muito tempo) em que tu me irás ligar, a dizer que eu não efectuei o pagamento pelos teus serviços. Nesse dia responder-te-ei, com toda a displicência que tiver disponível que já identifiquei esse problema, que tudo não passa de uma avaria técnica e que até já tenho uma equipa no local a tratar disso. Ligar-me-ás no dia seguinte e eu tratarei de te repetir palavra por palavra o que te disse no dia anterior. Quando tudo te parecer inaceitável, de tão repetitivo e autómato, e me disseres que devo parar de repetir o guião, eu dir-te-ei, tal como me disse o teu funcionário, que não é um guião, considerando que eu o sei de cor. 

 

Nota Zon, eu não vivo em Ranholas. Não sei onde fica Ranholas, apenas gosto muito do nome. Se eu vivesse um bocadinho que fosse mais no centro do Porto tiravam-me de casa para abrir escritórios da Câmara. E, vá-se lá saber porquê, há avarias técnicas todos os santos dias por volta da hora do jantar. Estou a ser injusta, não é todos os dias. Hoje não houve nenhuma avaria, por exemplo. Até acho um bocadinho estranho, estou sempre a tentar perceber se a imagem é nocturna ou se o sinal já foi com os porcos outra vez. Por enquanto, tudo muito bem, mas o melhor é estar caladinha, não vá o som dos meus pensamentos eufóricos dar cabo do sinal da Zon.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Missiva número dois

por Bad Girl, em 19.01.12

(está a despachar que, contra todas as minhas previsões, a avaria técnica da Zon foi resolvida nuns supersónicos 78 minutos)

 

Pepe, Pepe, Pepe....

 

Eu sei, a vida não é fácil. Ou se joga à bola ou se estuda, ou se vai aos treinos ou se lê, ou se tem amigos minimamente inteligentes ou se é o Pepe... isto não dá para tudo.

Solidária com a falta de oportunidades que tu tens para saber o significado das palavras, cá estou eu, uma espécie de parusa (meia parva, meia musa) para te dar a mão e te levar rumo à felicidade que é saber aplicar a palavra que se usa à coisa que se pretende dizer. Não vai ser uma tarefa fácil. Tens de ser forte. Mas eu creio (por acaso não creio, mas precisava de arranjar uma frase que me levasse ao sítio que eu queria) que vais conseguir. Vamos lá, então:

 

Exemplo 1:

Na passada quarta-feira, descia eu um parque de estacionamento daqueles que têm a mania que são montanhas russas quando fiz uma nova pintura, com direito a relevos (há semelhanças com aquilo da tinta tartaruguinha) num dos lados do carros. O meu encosto à parede foi involuntário.

 

Exemplo 2:

Na semana passada fui ao médico. Ele testou-me os reflexos e eu dei um pontapé para a frente. Esse pontapé foi involuntário.

 

Exemplo 3:

Quando a senhora da Zon me disse que a avaria seria arranjada até às duas da manhã eu insultei-a. Foi voluntário.

 

Isto para te dizer que abrandares quando vês uma pessoa deitada no chão, teres uma "comichão" (voluntária) no joelho mas decidires que não, que não é joelhada que lhe vais dar, que vais mesmo é espetar com os pitons na mão dessa pessoa pode chamar-se de tudo: filhadaputice, canalhice, má educação, mau carácter, indisciplina, maldade, involuntário é que não. É como o insulto à menina da Zon (que não chegou a acontecer, mas que eu decidi usar como exemplo porque não me apetecia estar a pensar em mais nada).

 

Nada do que aqui escrevo é para teu mal. Repara, calhava de tu seres um bom tipo e com um passado limpo, e não havia problema nenhum. Aconteceu, terá sido, eventualmente, involuntário, amigos na mesma. Mas para quem tem um histórico de actos "involuntários" que passa por isto:

 
... o melhor era mesmo, em não conseguindo aprender a usar o vocabulário certo, te dedicares à bela arte que é a arte do silêncio. Em querendo. Se não, dedica-te à renda de bilros, que diz que ajuda muito as pessoas com um sistema nervoso colorido como o teu. Isso ou duches frios. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.