Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Eu cá só tenho uma dúvida

por Bad Girl, em 09.09.12

Pequenina, pequenina...

 

Então é assim: eu já expliquei que não sou propriamente um génio das matemáticas. Aliás, a partir do 10º ano, só me safei à conta de muita disciplina e de uma incansável (e cara) explicadora. Não obstante, também revelei, no mesmo post, que sou uma pessoa dada à álgebra. E é de álgebra que eu preciso para colocar esta questão. Por certo o Governo já pensou na resposta à minha questão. E se calhar Pedro Passos Coelho até explicou esta parte, enquanto bolsava hesitantemente a nova medida do Governo para sodomizar os portugueses. Eu lamento, mas não ouvi. Talvez pelo bater demasiado alto do meu coração ou pelo súbito ataque de tourette que me chegou nesse momento. Vamos lá então a isto da questão. É coisa simples, certamente os senhores pensaram em tudo, isto incluído: se, por um acto de puro vandalismo social, o verbo de encher Presidente da República e o Tribunal Constitucional não reprovarem esta caganeira mental que atacou o Governo, no próximo ano, vamos ganhar menos 7% do valor bruto do nosso salário. Em termos de dinheiro a cair na conta, dependendo daquilo que ganha cada um, isto pode chegar a 14%. Ou seja, em alguns casos, o Governo não vai buscar um salário, como teima dizer. Vai buscar (14 meses x 14%) 196% do rendimento mensal das pessoas. Dois salários, portanto. Mas não é esta a minha questão, isto é demasiado básico.

 

Ora Pedro Passos Coelho diz "Precisamos de estancar o crescimento do desemprego com soluções que nos dêem garantias de sucesso. Reduzindo o valor das contribuições a que as empresas estão obrigadas e pondo em marcha um processo de "desvalorização fiscal" alcançamos vários objectivos em simultâneo (...) aumentamos os recursos para o investimento e para a contratação de novos trabalhadores, e eliminamos desincentivos a esta contratação.". Está claro, não está? Todos ouviram a mesma coisa que eu... vamos pagar mais 7% de segurança social (sobre o salário bruto) e as empresas vão pagar menos 5,75%. Esta medida vai servir, com garantias de sucesso, para que as empresas contratem mais...

 

Peguemos então no Grupo Jerónimo Martins, um dos claros beneficiados por esta medida. A este podemos juntar o Grupo Amorim, o Grupo Sonae, a PT, a EDP, o BES, o BCP, e muitos outros... O grupo Jerónimo Martins tem 66.270 funcionários, de acordo com o seu site. Vamos imaginar que todos estes funcionários ganham o salário mínimo (não me apetece ir ver o Relatório e Contas, o número real será apenas muito mais deprimente), que é € 485,00.

66.270 funcionários x € 485,00 = € 32.140.950,00. Isto é o encargo mínimo mensal que o Grupo Jerónimo Martins terá com os seus funcionários.  Multiplicado por 14 "meses", o encargo anual será de € 449.973.300. Pagam, à data de hoje, uma taxa de 23,75% de SS, o que significa € 7.633.475,63/mês. Em 2013, este valor passará a ser de € 5.785.371/mês. Isto traduz-se numa poupança de € 1.848.104,63/mês que, garantidamente aos olhos do Governo, será usado para dar mais empregos. Mais 3.810 empregos ao custo do salário mínimo. Então e se o Grupo Jerónimo Martins chegar ao final de 2013 e não apresentar mais € 25.873.456 de custos de pessoal? Vai pegar no dinheiro e distribuir proporcionalmente pelos empregados? Porque se o Governo tem garantias de sucesso desta medida, devem estar a prever o que fazer, quando as empresas olharem para este valor apenas e só como um corte nos custos e se estiverem literalmente nas tintas para a criação de novos postos de trabalho. Ou para o melhoramento dos postos de trabalho correntes. Acho que é chegada a altura de pormos os pés à parede. É chegada a altura de não deixarmos que nos atirem com mais areia para os olhos. Em qualquer empresa, empresa que me emprega incluída, sabemos que é imprescindível cortar nos custos. A receita não nos chega do céu, não há ninguém que possamos vilipendiar ou assaltar para aumentarmos a receita, perante o cenário actual. Porque é que o Governo não ceifa a sua despesa para pagar as contas? Nós, como "accionistas" desta empresa que estes incompetentes gerem, temos o direito de dizer "Basta!". Só estando conscientes disso é que podemos lutar. Os nossos empregados estão a prestar um mau serviço. Parece-me que todos sabemos o que é que uma empresa normal faria a empregados tão incompetentes... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

À atenção de Passos Coelho

por Bad Girl, em 07.09.12

Caro Passos Coelho,

 

Acerca do teu comunicado ao país de há pouco, tenho três palavras para ti. Surpreendentemente, nenhuma delas é um palavrão. Nem um adjectivo. Sim, eu sei, sou a única portuguesa que não tem um palavrão ou um adjectivo para ti. As minhas três palavras são:

 

Flores

Jantar

Champanhe

 

Simpático, não é?

E o que significam?

(Apre, homem, queres ver que tu nem para os números nem para as letras? Essa cabecinha tem menos luzes que um barco pirata...)

 

Eu explico:

Da próxima vez que me quiseres (tentar) foder, tens, pelo menos, de oferecer-me flores, levar-me a jantar e dar-me champanhe.

 

Olhando bem para ti e tendo em conta a qualidade das tuas fodas, o melhor é trazeres também disto:

 

E pumbas, primeira cena publicitária. De borla. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pronto. Chegou a hora

por Bad Girl, em 07.09.12
A partir desta data, Este blogue aceita fazer publicidade. Esta mudança deve-se às recentes medidas de austeridade apresentadas por Passos Coelho.
Esperem... Não se paga impostos da publicidade nos blogues, pois não? Fod@-se, já dei outra ideia ao gajo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gestão de equipas, by Bad Girl - I

por Bad Girl, em 06.09.12
Na tua equipa vais encontrar quem vê a excepção como uma excepção, e quem vê a excepção como um precedente.
Um destes grupos não sabe jogar em equipa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tina, Tina, Tina...

por Bad Girl, em 02.09.12

Vocês sabem o quanto eu aprecio espreitar as páginas das figuras públicas nacionais.

Por cada gargalhada que dou, uma alfinetada na consciência: coitadas das pessoas, é o que é, não tiveram oportunidades, expressam-se como sabem... Hoje, porém, não posso deixar passar uma coisa: se as pessoas que comentam nas páginas de Facebook das figuras públicas não têm obrigação de fazer melhor, às figuras públicas não se perdoa o erro. O erro crasso, grosseiro. Não o erro ortográfico (esse também imperdoável), mas o erro de arrogância de não ter cuidado com o que comunica. Uma pessoa com mais de 300.000 likes (ou as pessoas que lhe gerem a página) não se pode dar ao luxo de fazer isto:

 

 

Concensual? A sério? 

 

Tstststst...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crise pré regresso ao trabalho

por Bad Girl, em 02.09.12

 

Dondoca.

Eu queria mesmo era ser uma DONDOCA! Don-do-ca.

Eu estou-me nas tintas para a emancipação, para aquela coisa da igualdade de direitos, se tu trabalhas, eu trabalho. Homem, mulher, dois salários. Eu queria mesmo era um marido rico. Poder acordar tarde, ficar na ronha, ir à praia, ao ginásio (num cenário em que há um marido rico a sustentar-me, eu ia ao ginásio!...), às compras, ao cabeleireiro... não me apetece ter de olhar para mapas, de aturar gente mal disposta, de falar de resultados. Não me apetece voltar para "os braços" de uma equipa dependente. Não me apetece levantar cedo, ir enfiar-me no escritório, olhar para o computador, fazer análises, falar com pessoas ao telefone. Sorrir em vão.

Rico. Um marido rico. Que não se importasse de me fazer feliz - neste caso, de me sustentar. A mim e aos meus pequenos caprichos.

Apetece-me andar de Havaianas o dia inteiro. Calças de ganga. Biquini por baixo da roupa. Toalha de praia na mala, para o que der e vier.

Dondoca. Eu queria mesmo ser dondoca. Uma dondoca cool

Ou ter mais um mês de férias. Pago.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.