Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Problema de facílima resolução

por Bad Girl, em 16.11.12


Se os preços vão encarecer, o melhor é não comprar preços.

A sério, será muito difícil? Os preços aumentam, ou sobem, os produtos ou serviços encarecem. Os preços nãos têm preço, pelo que é um nadinha parvo anunciar que os preços vão ficar mais caros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bad, a modernaça.

por Bad Girl, em 15.11.12
Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code!


E porque raio estás tu tão contente, Bad? Para que serve isso?

Hummm... Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code! Eu tenho um QR Code!

Agora é só descobrir como ponho isto ali de lado, que é coisa para dar um jeitaço a quem aparece por cá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Antes de começar, quero informar que este post irá por partes, tal como faria Jack, o Estripador.

Parte I: A CASA - Centro Avançado de Sexualidade e Afectos merece-me todo o respeito.

Parte II: Pedir a figuras públicas para darem a cara por uma campanha anti-bullying, falando na primeira pessoa, parece-me uma belíssima ideia.

Parte III: Tenho o maior respeito por toda a gente que sofre de bullying. No meu tempo, apesar de não se chamar bullying, também eu tive a minha parte. Adorava que todos os filhos da put@ dos bullies, dos 4 aos 100 anos, tivessem em dobro aquilo que infligem aos outros. 

Parte IV: Não tenho, nunca tive grande respeito pelas aparições em vídeo de José Castelo Branco. Por muito nobre que seja a causa, Castelo Branco tem aquele dom de... wtf?

Parte V: O vídeo em si. Não vejo exactamente em que pode ajudar o discurso de Castelo Branco. Tudo bem, dou de barato. O meu bullying foi mais por ter tido um atraso no aparecimento de protuberâncias mamárias e não usar roupas de marca. Não sei nada sobre bullying por opções sexuais. Por isso vou (tentar) implicar com o vídeo sem analisar o conteúdo. Mas não há conteúdo que me demova de fazer uns quantos reparos. Vamos lá, então. 

 

Procedamos com o visionamento do vídeo:

 

A coisa começa muito bem, pelo nome da campanha, que é "Tudo vai melhorar". Eu acrescentaria "imediatamente após o final deste vídeo", mas isso sou eu. Uma optimista.
Castelo Branco apresenta-se e usa (várias vezes ao longo do vídeo) a segunda pessoa do plural. Vós sois muito tradicionais, José, vós apreciais o bom uso da língua portuguesa. Eu acho querido. Depois José aposta no cliché. Esclarece que a força divina é Deus Nosso Senhor, não vão as pessoas achar que ele está a falar do Benfica, e diz duas verdades, das boas. Que a vida sorri e que o sol nasce para todos. Povo da Islândia, não vos preocupeis. O José não está a falar para vós. Não vou, não posso, fazer qualquer comentário ao facto de o José agarrar o touro "sempre de frente, nunca de cernelha". Escuso-me. Depois José dá ordens, de dedo em riste, e obriga as pessoas a não desistir. Não tendo lido a Bíblia, gostaria que vós, que lestes, me dissésseis em que parte está escrito que os medíocres são cuspidos. 
Esta parte eu tenho de copiar palavra por palavra:
"Lembram-se de uma passagem, quando há uma prostituta a ser apedrejada pelos fariseus e Jesus passa e pergunta:
 - Porque é que estais a apedrejar essa mulher?
 Eles dizem: 
 - Porque é uma mulher adúltera.
E ele diz:
 - Que atire a primeira pedra quem não tem um telhado de vidro!"
Ora, por onde começar? Pelo início: a passagem é da Bíblia, suponho, a prostituta (não sabendo eu nada da coisa) é Maria Madalena. Não é "uma" prostituta. É a mãe de todas as prostitutas. Jesus também usava a segunda pessoa do plural, tal como o Zé. Os fariseus eram parvos, pois apedrejavam uma prostituta por ela ser adúltera (sentença errada). Mas nada, absolutamente nada está à altura de Jesus se ter virado para os fariseus, em pleno século I e lhes ter dito que deve atirar a primeira pedra quem não tem telhados de vidro. Quantas pessoas teriam telhados de vidro nessa altura? Isso. Agora é imaginar a quantidade de pedras que atiraram à senhora. De envergonhar os "manifestantes" portugueses. 
Depois José despede-se de todos vós, cliché atrás de cliché. Olha, outro cliché. Pronto. Espero que tenhais apreciado o vídeo. E, se fordes vítimas de bullying, não vos preocupeis. Não ireis (necessariamente) ficar assim. Garanto-vos eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ricardo Quaresma está detido. Quaresma estava numa sessão do julgamento do caso em que foi assaltado e, ali à porta, sua mãe foi assaltada. Quaresma pensou: "Ora está bem visto que isto é gente que não resolve nada" e meteu pés ao caminho, correndo atrás da ladra. O Correio da Manhã acha importante referir que esta é de etnia cigana. Tal como o filho da senhora que ela assaltou. E que largou a audiência do caso que julga o seu próprio assalto. No meio disto tudo, quem levou nas trombas foi o polícia e quem foi dentro foi o assaltado. O que me parece o desfecho expectável para o enquadramento da coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

14 passos a seguir antes de decidir ter filhos.

Absolutamente genial.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vamos lá a isto e já vamos tarde

por Bad Girl, em 12.11.12

Pela Bia, por todas as Bias, vão à porra do centro de histocompatibilidade dar uma picada e tirar um bocadinho de sangue. Não custa absolutamente nada, digo-vos eu. As mariquices de "ai, tenho tanto medo de agulhas" são merdas quando comparadas com coisas um pouco maiores, tipo salvar vidas. A Bia, amanhã, posso ser eu. Podem ser vocês. Os vossos filhos. Os vossos pais. O vosso melhor amigo. Não há, neste mundo, uma boa desculpa para alguém de perfeita saúde se dar ao luxo de não estar na lista de dadores. Nem uma.

 

 

Mais sobre o movimento aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não mudaria aqui uma vírgula

por Bad Girl, em 10.11.12

"O Sparky e o filho da puta que o arrastou


Não sou daquele tipo de pessoas que entope as caixas de correio dos amigos com pedidos de ajuda para o caniche de Carrazeda de Ansiães que sofre horrores ou para o Bobby de Trajouce que precisa de ser operado às cataratas. Limito-me a ser amiga de algumas associações no Facebook e pronto. Choro quando vejo filmes com bichos que morrem e comovo-me com vídeos que contam histórias bonitas. Na verdade choro por tudo e por nada, tenho umas lágrimas que saltam cá para fora a propósito de tudo, raça das miúdas, o que não quer dizer que não sejam verdadeiras. Hoje dei de caras com o Sparky, o cão que foi arrastado por um animal de Vila Real e lá vieram elas. A besta que atou aquele cão ao carro e o arrastou durante sei lá quantos metros, devia sofrer exactamente o mesmo. Mas aposto que nem uma multa vai pagar porque em portugal os cães são como ratos. As pessoas olham para eles de lado e dão-lhes pontapés. Os cães não podem nada. Não podem ir à praia, não podem ir a muitos parques e jardins, não podem entrar em lojas, cafés, restaurantes como em outros países da Europa como, por exemplo, a muito pouco civilizada Itália. Até eles, que são tão rudes, tratam bem os animais. Aqui não. Pode-se esfolar cães, fechá-los num armazém com mais 50, fazê-los passar fome e dizer que são para a caça, bater-lhes, cortar-lhes as orelhas e os rabos, apagar cigarros no lombo, deitá-los ao rio, abandoná-los em auto estradas. Pode-se fazer tudo porque não há castigos para nada. O Sparky está todo fodido. Tem feridas por todo o lado, não come e está em choque. Vai ter de ficar internado umas duas semanas. Era um cão normal, provavelmente brincalhão - são quase todos - e sedento de mimos - são quase todos - até um filho da puta o ter amarrado a um carro e arrastado pelo alcatrão. E também não me vou pôr aqui com clichés e frases feitas de que uma civilização se mede pela forma como trata os seus animais. Essa merda já está gasta e entra por um ouvido e sai pelo outro. O que eu queria mesmo era encontrar esse cabrão sádico que decidiu divertir-se com o Sparky e enfiar-lhe um tarolo de madeira cheio de pregos pelo rabo acima, atirá-lo para meio de quatro enxames de abelhas furiosas e no fim dar-lhe um pontapé na cabeça. Só para reinar."
Blog do Desassossego, by Leididi

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cara Isabel Jonet

por Bad Girl, em 09.11.12

Da minha parte poderá sempre contar com o habitual contributo à porta do supermercado. É o pouco que faço. É o nada que vale, quando comparado com o que a Isabel tem feito. Também irei ignorar, com repudia, o circo que montaram à volta das suas palavras. Sinto-me apenas no direito de a acusar de falta de eloquência. De pouca destreza com as palavras. Se isso lhe serve de consolo, acho que provavelmente não terá uma carreira política de sucesso. Subscrevo o conteúdo de tudo o que disse e que está a ser autopsiado até à exaustão por legistas de sofá. É com pesar e um pouco de náusea que assisto a estes acontecimentos lamentáveis. Deixe lá. Está a ser crucificada pelas mesmas pessoas que louvaram a miúda que abraçou o polícia e que vibraram com a outra miúda de mamas ao léu. São os mesmos que quiseram boicotar a Cacharel, por causa da campanha do rapaz que perdeu a rapariga. Pior. São os que caíram na história do rapaz que perdeu a rapariga.

Deixe lá isso. Eu, pessoalmente, até conheço uma pessoa que se queixa recorrentemente da ginástica orçamental que faz para meter comida na mesa mas que deu à filha adolescente um bilhete para um concerto em Maio. Percebi perfeitamente a sua mensagem. Já ela, se calhar, também está contra as suas palavras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mau, mau, mas mesmo mau...

por Bad Girl, em 08.11.12

É entrar numa loja a falar com uma amiga e sair de dentro dos provadores uma outra amiga - que já não via há 4 meses - e que nos diz:

 - Ouvi-te falar e pensei logo que só podias ser tu.

 - Estás a dizer que eu falo alto? (Antes beijei-a convenientemente, que eu sou pessoa bem educada)

(Silêncio)

(Mais silêncio)

(Outro silêncio)

 - Alto? Não... é que... bem, a tua voz é... inconfundível.

 - Em bom ou em mau?

 - Em alto.

Posto isto, vou só ali matar-me e venho já.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há pessoas bastante estúpidas, não há?

por Bad Girl, em 06.11.12
Eu cá não sou de julgar as pessoas. Sou, sou. por acaso sou. Mas sou a primeira a achar que cada um sabe de si, cultivar a imbecilidade é um direito que assiste a todos. Hoje uma pessoa do meu Facebook real partilhou uma página que alega que um milhão de likes dá direito à demissão de Passos Coelho. Qual Constituição, qual Presidente da República, qual quê!... Democracia? Eleições? Nada disso. É estar de rabo confortavelmente alapado no sofá, e ir fazer um like. Nada mais simples. Não sei se depois de destituído o Governo temos de ir ao LinkedIn escolher o próximo Primeiro Ministro ou se será necessário um exercício mais complexo, como ir ao Blogómetro ver qual o preferido dos portugueses, mas isso de ir às urnas votar, desde que se conseguem demitir PM via Facebook? Isso já era. Velho. Como essa coisa da democracia. Claro que estarão a pensar, os mais benevolentes, que isto é tudo idealismo, uma metáfora, mais uma forma de protestar, de mostrar revolta. Que eu nao estou a ver a luz ao fundo do túnel, que nada sei disto das revoltas de sofá. E direi eu que combater demagogia com demagogia é... Estúpido?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.