Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Afinal, a culpa é dela

por Bad Girl, em 26.08.08
Foram precisas 2 universidades, uma catrefada de catedráticos, 100 mulheres e 6 homens para eu, finalmente, perceber. A proporção é ridícula, como tanta coisa na vida, mas vamos lá dar valor a detalhes quando o importante está no fim, e não nos meios...
A culpa não é do mau feitio nem da fobia de compromissos. Não foram meus os erros de casting. Culpada é a Trigynera. Tão somente. Sou eu que escolho sempre o gajo errado? Não, é a Trigynera. Sou eu que me farto de cada gajo com uma súbita mudança de temperamento? Não, é a Trigynera.
Diz a SIC que "um estudo conjunto das Universidades britânicas de Liverpool e Newcastle chegou à conclusão que as mulheres que tomam pílula perdem grande parte da capacidade de escolher o parceiro ideal. O uso de contraceptivo oral diminui a capacidade inata de, através do odor, detectar qual o par ideal, nomeadamente para procriar.". Nomeadamente não é necessariamente, convém referir. Juntar uma gaja (eu) com uma capacidade olfactiva de uns míseros 30% e com anos seguidos de pílula dão cabo de toda e qualquer possibilidade de eu vir a encontrar o homem da minha vida. Queres ter o período certinho? Deixar de ter dores menstruais? Ficar sem TPM? Tudo bem, minha querida, o preço é este: deixas de ter qualquer possibilidade de acertar no gajo. Hás-de sempre andar a apostar no "galgo" errado.
"Em último caso, os relacionamentos podem chegar ao fim quando uma mulher que usava pílula antes de conhecer o parceiro deixa de a usar. A percepção do odor tem um papel muito importante na manutenção da atracção entre dois parceiros".
Portanto, a coisa não deixa de ser gira: uma gaja cheira o gajo errado. Leva-o (arrasta-o, em muitos casos) ao altar, vivem os altos e baixos de uma vida em comum e decidem ter filhos. Naturalmente ela deixa de tomar a pílula. E depois ele cheira-lhe a esturro. Ou a outra coisa qualquer. Mas não à coisa certa. Acorda numa bela manhã, enche o peito de ar, enche-se de coragem, e lá vai de dizer que está tudo acabado. Com a adaptação de uma célebre frase:
"Não és tu. Nem sou eu. É a
Trigynera."

Será de mim ou, no meio de tanto estudo, os senhores investigadores esqueceram-se de um pequeno detalhe? Pequenino. Não sabem do que falo? A mulher chega, cheira, escolhe, deixa de querer... e o homem, no meio disto tudo? Limita-se a ser cheirado?

Autoria e outros dados (tags, etc)


16 comentários

Sem imagem de perfil

De nando a 26.08.2008 às 03:37

Hmmm... Bem... Mas (e sem querer intrometer-me em questões realmente de intimidade) como é que te tens apercebidos dos erros de casting? Andas a trair a Trigynera?...
;)

PS: quanto à questão final... Não foi sempre assim? A mulher finge-se seduzida, o homem convence-se que seduz?... ;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.08.2008 às 09:02

E foi por estas e por outras que eu deixei de tomar a pilula ha mais de 10 anos. Deve ser por isso que so ando enrolada com os homens certos. O problema é que o meu olfacto funciona bem demais e ha varios homens certos... Umas vezes cheira-me a bolinho caseiro acabado de fazer, outras a morangos, outras a grelhadinhos, e o pior é que gosto de todos... :)
Ritinha
Sem imagem de perfil

De Cláudia Abreu Antunes a 26.08.2008 às 09:59

Muito boa esta história!
Pelo sim pelo não, experimenta lá deixar a Trigynera um ou dois meses... Compensaram as dores? :)
Sem imagem de perfil

De Glamourous Girl a 26.08.2008 às 11:59

Não sei se isso é fiavel. Eu não tomo a pílula e não vejo onde andam os homens certos/ideais. Só vejo uma data de errados ( não necessariamente maus, apenas inadequados). Mas se calhar sou eu que tenho uma má pontaria.
Sem imagem de perfil

De Lu@ a 26.08.2008 às 14:07

Rá!Finalmente a explicação!!Anos e anos à procura de respostas, e resumia-se tudo a uma caixinha minuscula de pilulas.eheheh
Sem imagem de perfil

De Thea a 26.08.2008 às 14:08

Quando comecei a namorar não tomava a pilula mas, agora, tomo.
Será este o momento em que fico baralhada e mudo de amor? (lol)

:)
Sem imagem de perfil

De cmfm a 26.08.2008 às 18:51

Uma substância que tem um nome que faz lembrar uma tragédia grega só podia dar nisto.
Ainda assim é bom saber disto. Afinal não sou eu que cheiro mal, elas têm é o olfacto afectado... menos mal.
Sem imagem de perfil

De verde a 26.08.2008 às 20:04

fantástico post. quer dizer então que se fica apanhada por tomar ou não. se não tomar o tipo é certo mas quando se começa a tomar parece errado. se se tomar o tipo é errado e não há como não perceber. cá para mim isso foi um estudo encomendado pelo vaticano.... :)
Sem imagem de perfil

De Carraça a 26.08.2008 às 20:57

É a primeira vez que esta pessoa interessante e com extremo bom gosto vem ao Bad Girls go everywhere (e como eu acredito nisto!!!) ;)

Bem, finalmente acharam os culpados, espero q alguém os processe ;)
Bjs
Sem imagem de perfil

De Zaahirah a 26.08.2008 às 23:21

Também li essa reportagenzita... Torci o nariz, obviamente! Pensei logo que deve ser estudo americano...só eles é que fazem estudos parvos....

Mas agora pergunto eu:
1- os relacionamentos corriam melhor antes de ser inventada a pílula??
2- em que ponto do dito estudo entram os perfumes, águas de colónia, etc, etc, etc? Esses não afectam em nada a captação do cheiro a 'macho', não??

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.