Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Amor à venda – tratam os próprios

por Bad Girl, em 22.07.09

Não sei bem porque é que ainda me vou surpreendendo com algumas coisas. Mas a verdade é que vou. Posso daí concluir uma de duas coisas: ou ando muito mal preparada para o mundo, ou o mundo está a ficar cada vez mais esquisito. Ainda sobre este tema aqui, aparece hoje uma notícia no “Correio da Manhã” que me deixou não boquiaberta, mas em estado de alguma surpresa. Passo já a citar, que é por causa das coisas: “Luciana Abreu e Yannick Djaló só aceitam falar sobre o romance a troco de dinheiro. O CM pretendeu uma entrevista com o casal sobre o momento que estão a viver e, através de e-mail, a assistente da actriz fez saber que só por 25 mil euros, mais oferta a definir pelos próprios, seria possível uma entrevista conjunta dada 'por e-mail e publicada na íntegra'.”. Vender o “amor” para mim tem um nome, e não é “romance”. Não é só quem anda de carteira à roda e encosta o pé às esquinas que se prostitui. Mas isso sou eu, que até nem sou romântica como a Lucy coisa, e que não ando por aí a falar de príncipes encantados. Mais a mais, se o amor se põe à venda, vinte e cinco mil euros parece-me uma quantia fraquinha. Enfim, em continuação, pode ler-se: “Além do dinheiro a pagar, a proposta vem acompanhada por uma série de outras condições. Pode ler-se ainda: 'A revista/jornal ficam estritamente proibidos de denegrir a imagem da Luciana Abreu, da família e do Yannick Djaló.'.”. A Lucy coisa e a sua agente ainda não perceberam que o facto de ela ser uma parola semi iletrada não é, já de si, grande coisa para a imagem? (Imagem? Que imagem?). E a família? Sobre a mãe não sei nada, há-de ser uma parola como a filha. A irmã é uma wannabe que se cola à imagem da Lucy coisa para aparecer. Quanto ao Yannick nada tenho a dizer, apenas que acho que ele é moço para ainda nem ter percebido que esta “relação” tem tanto futuro como o ponto negro no nariz de uma adolescente com unhas compridas. Existe enquanto puder ser espremido. E agora, para o grand finale: “Confirmado que o valor mínimo a pagar para ter o casal numa produção seria os 25 mil euros, a assistente de Luciana Abreu pede ainda 'a garantia de ver e escolher as fotos, ler e alterar a entrevista e ter conhecimento dos títulos', sendo os mesmos aceites pelo casal antes da publicação.”. Claro. As fotos porque aquilo com a luz errada é capaz de dar merda. Ler e alterar a entrevista é porque pode ser a tal da Lucy coisa a escrever as respostas (e nós já sabemos como são os dons de escrita da jovem) e os títulos, é óbvio. Ainda aparecia “Tivemos de pagar 25.000 euros por isto” ou “O amor, afinal, tem preço”... e nós não íamos querer nada disso, pois não?

Quem deve estar orgulhosa disto é a “tia” Maya.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.