Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




José Saramago, há uns anos, fez a ameaça de renunciar à cidadania portuguesa. Na altura, pensei quão ignóbil era esta atitude. Hoje, peço-lhe que a concretize... E depressa! Tenho vergonha de o ter como compatriota! Ou julga que, a coberto da liberdade de expressão, se lhe aceitam todas as imbecilidades e impropérios?

Se a outorga do Prémio Nobel o deslumbrou, não lhe confere a autoridade para vilipendiar povos e confissões religiosas, valores que certamente desconhece mas que definem as pessoas de bom carácter.

 

 

As palavras são de Mário David, deputado europeu pelo PSD. E é tamanha a minha estupefacção perante tais escritos que não sei se choro ou se procuro a câmara  dos apanhados. Para ver se eu entendo: Mário David tem vergonha de ser compatriota de Saramago. Por isso acha que o mesmo deve levar avante a sua ameaça de deixar de ser cidadão português. E acha ainda que a liberdade de expressão deve ser delimitada. Imbecilidades e impropérios não. E se eu achar que o que Mário David escreve é uma imbecilidade? Ele tem também de renunciar à cidadania portuguesa? E depois vem a parte do impropério, onde o tal deputado escreve: “(...) confissões religiosas, valores que certamente desconhece mas que definem as pessoas de bom carácter.”. O senhor Mário David deve estar a comer comida estragada lá pelo estrangeiro. O pior é que aquilo lhe deve estarb a causar um desarranjo tão grande que agora lhe chegou ao cérebro sob a forma de uma ideia de merda. É possível que alguém no seu perfeito juízo e que viva no presente acredite mesmo que o que define uma pessoa de bom carácter é o facto de ter religião? Que nós, os hereges, este bando de gente que não reza em coro, somos maus? Que o facto de ir a um templo de fé me põe do lado das boas pessoas? Então e quem professa uma fé? Devem ser pessoas de um carácter extraordinário, não? Como o padre Francis de Luca ou o bispo de Wilmington. Isso é que é boa gente. É a liberdade de expressão que permite que o senhor deputado escreva aquilo que, a meus olhos, não passam de imbecilidades e impropérios sobre o que o senhor deputado considera serem imbecilidades e impropérios de Saramago. A ser a gosto do senhor deputado, talvez fosse melhor fazermos uma coisa assim do género de “fechar” a democracia por uns seis meses. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.