Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ponto G

por Bad Girl, em 29.04.10

E se este post não me enche de visitas, que vieram cá ter ao engano, então eu entendo zero destas coisas da blogosfera.

Mas a sério, o título não é engodo, eu vou falar do ponto G. Antes de mais devo creditar esta descoberta. Não a do ponto G, essa devo-a a mim, mas da preciosa informação sobre a possibilidade de elevação do ponto G. A descoberta foi da Teresa, que teve a amabilidade de partilhar comigo, talvez por ser demasiado educada para "chafurdar" com o tema, como esta que vos escreve. Voltando ao que importa, o ponto G e a sua elevação: aqui na página da clínica francesa podem saber tudo sobre o assunto. Se não quiserem estar com a maçada, não se aborreçam, eu vou transcrever palavra por palavra:

"O QUE É O PONTO G ?

Essa zona misteriosa, a qual deve o nome graças ao ginecologista Grafenberg, é uma pequena área situada a dois ou três centímetros na parte anterior da vagina. Trata-se de uma zona particularmente sensível a uma pressão prolongada, cuja estimulação é regeneradora de prazer intenso, proporcionando orgasmos."

 

Primeiro "a qual deve o nome graças ao" é a melhor maneira de os senhores explicarem que aqui se vai fod£r, nem que seja a língua portuguesa. Depois, o horror por ter havido um senhor, ginecologista de profissão (faz-me lembrar um filme que eu vi no SexMachinesMuseum, que datava de 1925, e que relatava, a preto e branco e em mudo, a vida atribulada de um "médico de senhoras"), que descobriu a área no interior da vagina que oferece orgasmos múltiplos às senhoras. Vá, leitoras, pousem as réguas. Dois a três centímetros é na falanginha.

 

Continuando,

"PORQUÊ SOBRE ELEVAR ESTA ZONA?

Inúmeras mulheres não sentem o prazer sexual desejado durante o acto, outras querem mais prazer, e outras queixam-se, com o passar do tempo, da diminuição da sua sensibilidade. A sobre elevação do ponto G, fazendo-o salientar na vagina, vai aumentar a sua sensibilidade e proporcionar mais prazer devido à pressão feita durante o coito. O parceiro pode assim mais facilmente localizar o ponto G da sua parceira."

 

Ignorando valentemente a construção frásica da pergunta e partindo para o que interessa, as mulheres nunca estão satisfeitas. Tendo isso em mente, vamos colocar ali uma espécie de cravo, para que o homem, sem grande labor, consiga dar com aquilo de uma vez por todas e pare de ouvir reclamações. Também podíamos pôr néons, mas não tendo a garantia que a senhora está sempre ao pé de uma tomada, para os ligar, não faz grande sentido. 

 

E, finalmente, o cerne da questão:

"COMO SE FAZ?

A intervenção é feita por um médico, com anestesia local. Injecta-se 2 a 3 ml de ácido hialurónico ao nível da zona do ponto G, bombeando este na vagina. 

Tempo de intervenção: 20 a 30 minutos. 

Duração do efeito: 6 a 12 meses."

Ácido hialurónico não é aquilo que preenche as rugas, quase ao nível do botox? Ah, pois é... fica-se com um pipi todo rejuvenescido. Algumas questões que me passam pela cabeça, até porque eu não sou médica e entendo pouco destas coisas: há alguém que encontra o ponto G para este ser "bombeado" posteriormente. Se este senhor for casado, espero que a senhora dele saiba a preciosidade que tem em casa. E a anestesia? É dada onde? Pipi acima? Mesmo no G? Isso dá orgasmos? E a duração do efeito? É contínua? 6 a 12 meses a gritar como uma doida? Isso é coisa para cansar, ou não?

Para terminar,

" TEM EFEITOS SECUNDÁRIOS?

A intervenção não apresenta riscos. Após a intervenção pode manifestar-se uma ligeira dor durante 2 a 3 dias e/ou um ligeiro sangramento. As relações sexuais podem ser retomadas ao fim de uma semana."

 

Resumindo, pagas um dinheirão para um gajo te bombear o ponto G, ficas com aquilo prontíssimo para teres orgasmos atrás de orgasmos, mas ficas 1 semana encostada às boxes, a pensar no sexo que estás a perder por teres ido mexer no que, se tivesses mexido antes, podias ter deixado como estava.  

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.