Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Tongues out!

por Bad Girl, em 02.07.10

Sou uma pessoa extremamente avessa às demonstrações públicas de afecto. Eu, que no recato do lar até chego a roçar o “querido”, sou dotada de uma enorme dose de incompreensão quando vejo os outros cantarem ao mundo o quão apaixonados estão. Se já não sei se ria se chore com as recentes e constantes publicações entre José Luís Peixoto e sua amada nos respectivos murais do Facebook, o quase vómito está garantido quando vejo gente já nos seus “intas” ou “entas” em arrebatados beijos no meio da rua, ou em restaurantes, ou em locais cujo direito ao recato e à privacidade é nulo. Um beijo? Tudo bem. Mão dadas? Para quem gostar. Passear abraçado? Pode ser. Agora que raio passa pelas cabeças de adultos que se apalpam e beijam como se fossem tirar as amígdalas um ao outro no meio da rua? Se têm dezasseis anos eu passo um bocado ao lado, as pessoas aos dezasseis anos não têm pudor (nem casa, nem carro). Mas ainda ontem vi duas cenas que me deixaram com o estômago às voltas: em plena Avenida da Boavista, um senhor com idade para ser meu pai tentava chegar com a sua língua à glote de uma senhora com idade para ser minha irmã mais nova, enquanto as suas mãos iam tentando perceber se tudo aquilo era mama ou se havia algum implante pelo meio. Passado isto, ainda acabei por ir jantar a um restaurante onde estava um rapaz com idade para ser meu irmão mais velho (mesmo, já que foi colega de curso do mesmo), que a cada dez minutos se levantava do seu lugar para ir enfiar a língua até às amígdalas da namorada. Com quem vive, e isso. Acho que há idades para tudo. E massajar a glote alheia em público tem um prazo de validade extremamente curto.

 

Ah, não entendes o amor... o amor não conhece local e hora, as pessoas quando amam são espontâneas. Os cães copulam em qualquer sítio, e eu tenho certa dificuldade em achar que aquilo é amor... mas não duvido que seja espontâneo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.