Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Das pessoas que deviam estar caladas

por Bad Girl, em 29.11.10

Preconceitos à parte, todos sabemos o óbvio: se os jogadores de futebol fossem pródigos em dons de oratória o Mundo estava a pontos de conhecer o Armagedão. Para terminar esta coisa do jogo do fim de semana entre o FCP e o Sporting (até porque eu simpatizo com o Sporting), vou concluir algo que podia ser concluído pegando noutras quaisquer declarações de outro qualquer jogador de futebol. Eu sei que os jogadores de futebol não são eloquentes. Eu sei que eles não têm que articular a gramática de forma exemplar. O que eu não sei é por que razão é que, sabendo isso tão bem como eu, os jornalistas insistem em fazer entrevistas às criaturas, para depois fazerem manchetes de coisas tão interessantes como esta:

"Estivemos por cima do FC Porto e mostrámos que não é imbatível." - Daniel Carriço.

Olha, Daniel, a única coisa que mostraste não foi que o Porto não é imbatível. O que tu realmente mostraste é que devias ter estado calado. Para o Porto deixar de ser imbatível, era necessário ter sido batido (vencido, derrotado). As far as I know, vocês só empataram. Está bem que pode saber a vitória, afinal é um empate com o Porto. Mas não. Não bateram ninguém.   

Ah, a tal conclusão: jogadores de futebol são pagos para dar chutos na bola. Não na gramática. Mantenham-nos afastados dos microfones, pelo amor da Santa! 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.