Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Vamos, então, por partes

por Bad Girl, em 11.10.13
Vocês achavam que isto estava a correr muito bem, que o bicho estava mais para lá do que para cá, a pedir clemência de tanto levar na boca ridícula que tem, e já me imaginavam em braços, vitoriosa, a pegar no bicho pelo rabo e a rir-me ironicamente. É natural que vocês achassem isso. Eu também. Até há coisa de dois dias, quando me anteciparam a consulta de fim de ciclo e me disseram que viesse preparada para um possível internamento. Acrescentaram um delicioso "mas não fique alarmada", o que me fez ficar imediatamente relaxada e zen, claro. Se calhar têm um produto novo ao nível dos alojamentos, que pretendem que eu experimente, vamos lá a isso e sem alarmes nenhuns.
Posto isto, e como não quero alarmar-vos, cá salto para o "actualmente" da história, que está a ser escrito de uma cama do IPO, onde me encontro internada. Alarmados? Não fiquem... Conto-vos uma espécie de uma graçola para aligeirar o ambiente: hoje, na consulta, a médica já não me disse para não engravidar. Mas internou-me, que isto nunca confiando nas marotas das pacientes. E uma ironia que, não sendo das mais finas que o universo tem para oferecer, não deixa o ser: estou na mesma cama em que a minha mãe esteve em Maio. Suponho que os lençóis sejam outros.
Adiante, ao que interessa: nos primeiros tratamentos tudo muito bem, porradinha no bicho, já se sabe, no segundo round o bicho começou a ripostar. E nós isso não queremos. Vai daí, toca a dar mais drogas à Bad, chamemos-lhe "dose equina" e - muita droga, muito tempo - ficas aqui internada para levar com ela em bom. A coisa acaba amanhã, sendo que acabar é uma liberdade poética minha, pois adivinhem lá de onde vos escreverei daqui por duas semanas? Uma pista: tem drogas. Quem respondeu "casa do Maradona" não esteve, claramente, atento ao post. Quem não esteve atento até agora também não vale a pena maçar-se, o que vem a seguir não é a melhor parte.
Hoje escrevo-vos chateada. Sim, hoje fiquei chateada (fodida, mesmo), já chorei um bocadinho (três ou quatro bocadinhos, vá), já achei que não ia aguentar esta merda, agora que o tratamento é a doer e vem com todos os "brindes" que eu não queria (suponho que não há quem queira, mas o post é em meu nome, não vou falar pelos outros). Já perguntei "porquê eu?", mas depois pensei "porque raios não eu?", a puta da doença não escolhe só os mauzinhos, isto não são medalhas de demérito, por isso tens duas horas para te fazer mulher e deixar-te de mariquices, que já viste que nem um buldogue francês consegues por te armares em maricas pé de salsa. Cansada. Hoje estou cansada de ter força, sei que é isso que esperam de mim, eu própria espero isso de mim, hoje fechei o consultório, não vou estar com paninhos quentes e preocupar-me em dar força aos outros, que se foda tudo só por um bocadinho, amanhã quando sair daqui logo volto a ser eu, e ainda vos relato o experiência que é partilhar o quarto com três velhas, duas a dormir (é o equivalente a estar numa fábrica de testes da Zundapp) e outra a queixar-se, a chamar Jesus e a reclamar com as enfermeiras que está cheia de dores e que ninguém a ajuda. Sendo que a única pessoa que ela chamou foi Jesus, esse, eu confirmo, não apareceu.
Bem, que seja uma noite curta para mim, sim? Os que puderem sair por mim, façam o favor de se divertir. E façam o amor, por favor, vocês façam o amor sempre que puderem, que é para compensar os que estão internados e não podem. Nesta enfermaria devo ser só eu a queixar-me disso, presumo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.