Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




...

por Bad Girl, em 10.12.14

Um dia, há muito tempo, naquilo que podia ter sido outra vida, havia uma cliente que vendeu a um cliente e fez merda. Ora como qualquer intermediário que se preze, a cliente que fez merda tentou simpaticamente deixar o prejuízo para o fornecedor, representado aqui nesta história por esta que vos escreve. Ora a pessoa que vendeu à cliente que fez merda e que era subordinada desta que vos escreve disse à cliente que fez merda por diversas vezes e das mais variadas formas que não havia nada a fazer, que o erro foi dela e que lhe cabia a ela assumi-lo, junto com o prejuízo, mas a cliente insistia e persistia, mesmo depois de a subordinada, autorizada por esta que vos escreve, lhe ter dito que tudo bem, somos amigos e, para que no futuro continuemos a sê-lo, fica ela com metade do prejuízo e nós com a outra metade. Qualquer outra imbecil que tivesse feito merda ia ficar contente, mas não aquela burra, que não queria de todo assumir o seu erro perante quem lhe pagava o salário, digo eu que por não ser o primeiro. Ninguém competente trabalha assim. Ora neste vai mail, vem mail, ela insistia que o prejuízo havia de ser nosso, eu estou em cópia no email, penso em dar-lhe a machadada final e faço "responder" e depois penso que não, não vou ainda rebentar com ela, tenciono mandar um mail para a funcionária que está mais tonta do que uma barata por causa da coisa do empowerment e isso, mas não descarto a resposta e acho que reencaminho, dizendo "esta choradeira já me está a enervar, diz-lhe que esta é a nossa posição final e que já estamos a fazer mais do que devíamos, se ela não está contente podemos sempre voltar ao início." E vai de enviar. Percebo que mandei para ela tarde demais, quando vejo o recibo de leitura. O telefone toca e é a criatura, que junta à incompetência o estado de ofendida, que ai, ai que aquele email é ofensivo, e eu explico que ela pode estar ofendida, que o email não era para ela e era sobre ela, sim senhora, que o tom é informal e interno, que foi para ela por erro, que a forma podia estar errada mas que o conteúdo estava certíssimo. Ela amuou e meteu a viola ao saco, nunca mais se falou no assunto. Às vezes é assim, as pessoas precisam de perceber que quando alguém lhes dá a mão devem ficar satisfeitas e não devem nunca querer agarrar o braço. Odeio gente abusada.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.