Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pelo F., pelo Hugo, por nós

por Bad Girl, em 28.07.14
Um dia, há muitos anos, o meu primo F., que não saberia ser outra coisa na vida que não polícia, estava a fazer uma operação Stop. Um condutor decidiu não parar. Melhor. Para pôr a cereja no topo do bolo, o condutor decidiu atirar o carro para cima do colega do meu primo e acelerar estrada fora. Com o colega atropelado, um carro em fuga e uma estrada vazia, o F. atirou para os pneus. O carro, finalmente, parou. No Tribunal, já depois de ter sido brindado com termo de identidade e residência, o meu primo F. ouviu o maior sermão da vida dele por parte do Juiz. Um misto de paternalismo e condescendência, polvilhado com ironias e subjugação. Tudo foi posto em causa, desde a sua competência às suas intenções. O meu primo F., dono de uma resiliência que eu não teria, ouviu, calou, e voltou ao seu trabalho. Nessa altura eu acreditava que a justiça (assim, com letra pequena, que é o que me merece esta merda de justicinha que temos) nos servia a todos. Foi, por isso, com incredulidade que ouvi esta história. E foi com o coração apertado que me perguntei porque é que o F., um tipo enorme com um coração de manteiga, ainda punha em risco a vida dele para depois levar com merdas destas. Talvez por ser um bocadinho como o F., e achar que há uma clara barreira entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, ainda me surpreendo, enojo e indigno com histórias destas. Como com a história de Hugo Ernano, um militar da GNR que atirou para um carro de um ladrão que fugia de um assalto e que estava a aproximar-se perigosamente de um recreio cheio de crianças. Hugo Ernano fez aquilo que eu, com os meus impostos, espero que ele faça: protegeu os cidadãos de bem. No carro do ladrão (é um ladrão, estava em fuga da cadeia, e tinha acabado de roubar) ia o filho. Na cabeça dos bons não passa a ideia de que alguém leva o filho menor (ou não) para um assalto e espeta com ele no carro. Na minha cabeça não passaria. Sei que na do F. também não. A criança morreu, e isso é mau, mas divergimos aqui na ideia de quem o matou. A justiça, essa merda que nós temos e que era suposto defender-nos dos maus, acha que foi Hugo Ernano. Eu acho que foi o pai. A justiça, pouco cega e muito estúpida, acha que Hugo Ernano deve indemnizar o pai, esse enorme animal que levou um miúdo para um assalto. Coisas destas secam-me a alma. E eu, como não tenho a grandeza de espírito de alguns, espero que um dia que este Juiz precise de ser protegido por um polícia, este pense duas vezes no quão complicado se pode tornar o cumprimento do dever. Quanto a Hugo Ernano, desejo que volte a ter paz.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.