Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nem tudo é o que parece...

por Bad Girl, em 09.01.12

Este fim de semana fui ver o Matrix Sherlock Holmes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assim é o amor..

por Bad Girl, em 26.09.11

Pela primeira vez na vida concordo com a tradução "criativa" do nome de um filme.

 

Ide ver. É bonito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

127 hours

por Bad Girl, em 13.03.11

Sinto que estive apenas e só 5 minutos no cinema. Foi  tempo que voou.

James Franco pode estragar quantas cerimónias de entregas de Óscares quiser. É tão bom actor que se pode permitir a ser um apresentador medíocre e alienado.

Aron Ralston é o tipo azarado com mais sorte do mundo. Imagino que ele saiba isso. 

Longe de querer armar aos cucos, aquilo não é coisa para as pessoas sairem do cinema a vomitar e a desmaiar... Já vi episódios da Anatomia de Grey bem piores.

 

Tal como pensava, este filme é melhor do que King's Speech. E James não está pior do que Colin.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se alguém vestir Dior (Galliano, portanto) tem uns tomates do tamanho do Mundo... e talvez desapareça do mapa das grandes produções por uns bons tempos...

 

( E antes dos Oscars. Não é para todos...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bad's speech

por Bad Girl, em 17.02.11

Caros concidadãos e leitores,

Atravessamos um momento difícil. Esta vossa rainha dos filmes, Sua Alteza Cinéfila Bad Girl "the first", esteve ausente das salas de cinema por demasiado tempo. Esta separação, ao invés de se tornar profícua, apenas veio transformar Ma'am Bad num poço de cepticismo. Contudo, não temeis. A V. rainha tem a solução, e esta implica incursões a todas as salas de cinema mais próximas durante os próximos dias. Não pretendo fazer reféns, mas uma coisa vos garanto: vão rolar cabeças. A do Woody Allen já lá vai. Outras se seguirão.

Sua Alteza (olha eu a falar na terceira pessoa, à jogador da bola) gosta de coisas nos filmes, antes de gostar dos filmes. Sua Alteza gostou da Natalie e da estética de Black Swan. Sua Alteza acha que o Colin merece o Oscar, apesar de ainda não ter visto os outros. Convém dizer que Sua Alteza implica soberanamente com Jeff Bridges. Sua Alteza está em crer que só o Colin, em A Single Man consegue superar o Colin em King's Speech. Sua Alteza duvida que haja alguém, nos dias que correm, capaz de fazer frente a Colin, já que Hopkins se passou para o lado do mal, de onde nunca chegou a sair definitivamente. Sua Alteza quer dizer a Colin que se lembre que ainda há 7 anos estava a contracenar com a Lúcia Moniz, e vejam só onde está agora. O céu é o limite, Colin.

 

PS - Gostei também de Geoffrey Rush, que papelaço.

PS2 - Bonham Carter... não me convences.

PS3 - Este post esteve para se chamar "Colin, faz-me um filho!", mas o senhor aqui do lado disse-me que o hiperbolismo das pessoas deve ter alguns limites e um deles é o chamamento de outros machos ao nosso lar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para despachar já este

por Bad Girl, em 17.02.11

Se me interessasse ser uma blogger consensual, não me apanhavam a dizer isto, mas a verdade é que não estou aqui para agradar a ninguém. E, por isso mesmo, cá está: não sou uma "Woody Allen person". Nunca fui. Acho que nunca serei. Ainda que ele pegue no melhor actor do mundo e arredores (Anthony Hopkins, para aqueles que tiverem alguma dúvida) e perca alegadas qualidades. Não é que You will meet a tall dark stranger seja um filme mau. Mas não é bom. Nem especial, nem interessante. Para Domingo à tarde não está mal. Pena que hoje é quinta-feira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

De Black Swan

por Bad Girl, em 15.02.11

AVISO: Pode conter spoilers. Não sei. Ainda não escrevi nada além disto, querem que eu saiba se tem spoilers ou não? Não querem arriscar, não leiam.

 

Nunca tive aspirações a bailarina. Nem em miúda. Não julguem que se deveu a uma possível falta de graciosidade, que eu disso tenho a mesma que um elefante numa loja de porcelanas. Desejo de disciplina também é uma coisa que em mim abunda, como devem imaginar. Mas da maneira como eu gosto de comer (alarvemente), aquilo não seria para mim. Destrambelhada como sou, sempre achei que a minha loucura se acomodava melhor na escrita ou em outras tábuas do palco. Da escrita saiu um livro, coisa pouca para me poder garantir o direito a caprichos de gaja louca. Do teatro nem se fala, comecei por ser uma galinha num conto de Natal e nunca fui além do amadorismo. Nenhuma destas duas opções se tornou no meu ganha-pão. Talvez a minha acomodação a outra área e o abdicar desses sonhos se deva também a não ter uma mãe frustrada que projectou em mim os seus sonhos não realizados. Mas porra, soubesse eu o que sei hoje, depois de ver o Black Swan, e era de plié em plié até ao pas de deux final. Fod@-se, se eu havia de ser maluca, ninguém me ia conseguir segurar.

 

Escrevo este post ainda sem saber se gostei do filme. Gostei de coisas do filme, nomeadamente de Natalie Portman. Saí do cinema perturbada, colei-me à cadeira uma ou duas vezes durante o filme, previ o final antes do intervalo e não consegui conter alguns "fod@-se, é muito maluca" interiores. Por isso não pode ter sido mau. Mas não creio que tenha sido extraordinariamente bom. Deixem-me ver mais 3 ou 4 filmes daqueles bons que me faltam, que logo (re)posiciono a minha opinião.

 

(Olha, não é que tinha spoilers?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Diabo veste Prada...

por Bad Girl, em 08.02.11

Meryl Streep veste TUDO na perfeição.

 

 

Senhoras e senhores, a SENHORA Meryl Streep, no papel da Dama de Ferro. O filme ainda agora começou a ser gravado, e já me cheira a nomeação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A minha droga

por Bad Girl, em 26.07.10

 

Vocês já sabem o pranto que foi na minha vida o fim do Lost. Zanguei-mechorei, mas lá acabei por me resignar. Numa vida pós-Lost é tudo mais triste, muito mais insonso, chega a ser devastador. A televisão parece emitir imagens em branco, tudo é demasiado simples, tudo é bacoco. Ou melhor, era. Uma vez, em conversa com um amigo (ex) toxicodependente, ele explicava que todas as experiências que fez foi em busca da sensação da primeira vez. Por vezes "tocou-lhe". Hoje, eu, Lostaholic, tive um vislumbre do que é esse toque. De voltar a ficar vidrada no écran. De respirar coordenadamente, de forma a não interromper o raciocínio. De piscar os olhos porque tem que ser. Só mesmo Christopher Nolan para me fazer esquecer a implicação com Leonardo di Caprio. Só mesmo "Inception" para me fazer acreditar que consigo "tocar" novamente a magnífica sensação de ficar absorvida na história.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais filmes

por Bad Girl, em 22.04.10

 

E perguntam vocês:

 - Bad, rainha das opiniões cinematográficas, cinéfila convicta, crítica de cinema frustrada, responde-nos apenas a uma questão: "Quão mau é o filme I love Phillip Morris?".

E eu, magnânima e com ligeiros laivos de bom feitio respondo-vos:

 - Extremamente mau.

E insistem vocês, não contentes com tal resposta:

 - Não estarás ligeiramente influenciada por veres o Rodrigo Santoro, essa auto-estrada de maus caminhos, aos beijinhos com o Jim Carrey?

E respondo eu, já ligeiramente impaciente com a vossa conversa:

 - O Jim Carrey só dá beijinhos ao Ewan McGregor, e não há coisa no mundo que me importe menos que isso.

E vocês, já com uma luzinha a acender no cérebro, rematam:

 - Então é assim mesmo mau?

E eu, com parte do meu cérebro a responder-vos. "Dah!", lá me dou ao trabalho de replicar:

 - Pior que isso.

 

Era isto. Esquizofrénica, eu? Vocês têm cada uma... 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.