Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bad, uma heroína ao vosso dispor

por Bad Girl, em 07.09.10

Depois de um dia de trabalho, cheguei a casa e fui fazer snowboard. Dei uns saltos de ski, fiz slalom, corri no parque, andei de skate e joguei uma partida de ténis. Dentro das artes circenses, funambulismo e malabarismo. Jantei. Escrevi uns posts. Li uns emails. Antes de me deitar ainda fiz 9 buracos numa partida de golfe, que ganhei. Hoje acordei às oito da manhã, fresca como uma alcachofra. Se houver mundo para salvar, avisem-me.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre o casamento da minha prima

por Bad Girl, em 01.09.10

(Sim, tenho três primas que se lembraram de casar no último ano.)

 

Ela disse para nós fazermos não sei o quê, que não queria um casamento parolo. Eu disse "que se fod@, não queria um casamento parolo, tinha arranjado outro noivo!".

 

Eventualmente voltarei a escrever posts com mais de 3 parágrafos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre Praga

por Bad Girl, em 24.03.10

 

Ora se querem saber coisas sobre Praga, vieram ao sítio errado. Isto não é um blogue de viagens. Posso dizer-vos, contudo, que se anda de c@r@lho e que os pés, esses que as pessoas gostam de dizer que nem sentem, doem-me incessantemente desde Domingo. Ainda que eu, atenciosa proprietária, os tenha levado à massagem tailandesa. Foi porradinha de criar bicho, eram apertos, pequenos socos, pauzinhos espetados... Resultou? Sim. Resolveu? Nem por isso.

Coisas a saber sobre Praga: os muitos portugueses que se encontram por aí parecem poucos, se compararmos com o número de adolescentes italianos que passeiam os fatos de treino (eles) e o ensemble óculos D&G (ou Ray Ban), carteira LV, parka brilhante que pode ser D&G ou Guess, jeans  D&G abraçadas por cintos D&G. Os pés passeiam-se confortavelmente em ténis All Star, botas UGG ou (pasmem-se!) galochas aos quadrados da Burberry. Se eles andam todos de fato de treino? Não. Alguns são o Ricardo Quaresma. Mas a street fashion em Praga é tão deliciosa que não resisti a juntar algumas provas fotográficas. Claro que eu não estou propriamente disposta a levar na cara, pelo que o resultado da minha excursão fotográfica de hoje não foi brilhante: tenho muitos modelitos de costas, alguns de lado e os que estão de frente estão, invariavelmente, desfocados. Pode ser que amanhã tenha mais sorte. Ou lata.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando os astros, esses fdp, se alinham...

por Bad Girl, em 11.03.10

Bad

+

Computador ligado à internet.

+

YOXX

+

Cartão de crédito.

+

Neura descomunal por causa disto.

=

Mail a dizer: "We've received your order" e um "Ora fod@-se!" exclamado demasiado tarde...

 

 

Ah, és uma mentirosa, disseste aqui que não voltavas a falar de futebol até ao fim da época (ou até à demissão do Jesualdo, que deve dar no mesmo)...

Pois, mas aquilo não foi futebol. Foi bater em mortos. Ou, como diria uma empregada que trabalhou lá em casa quando era miúda, "uma cagada em 3 actos".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pavlov estudou isto...

por Bad Girl, em 04.03.10

À cause deste post aqui tive uma simpática menção no blogue da Miss Glitering. A única coisa que ela se "atreveu" a dizer foi que achava muita piada. Não que subscrevia, não que era muito boa, nada... só que achava graça. De entre alguns comentários de quem levou a coisa como deverá ser levada, a rir, lá vieram as ciosas do costume, ofendidas por solidariedade vá-se lá saber porquê, chamar coisas feias à Miss Glitering que, pasmem-se!, achou piada a uma coisa que eu escrevi. Ora comento blogues quando o rei faz anos. Nunca insultei/ depreciei ninguém numa caixa de comentários. Já fui muito insultada na minha, e essa foi uma das razões que a fez desaparecer. Não tenho vida para aturar frustrações alheias. Agora às duas meninas que perguntaram à Miss Glitering se ela achava que era alguma Top Model, essa pergunta deveria ter sido feita a mim, que sou a autora do post. E eu digo que não, não sou nenhuma Top Model. Mas sou bem jeitosa, sim. E, fosse eu famosa e estivesse a sair da maternidade acabadinha de parir, algumas coisas vos garanto:

1 - Ninguém havia de me fotografar, quanto mais apanhar-me a fazer poses.

2 -  Eu não estaria, de certeza, vestida de Pocahontas suburbana, a realçar todos os quilos que ganhei.

3 - O pai do meu filho não havia de estar vestido com o forro de uma carteira.

 

E era só isto. À Miss Glitering o meu obrigada pela amabilidade. E gabo-lhe a paciência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu já tinha reparado...

por Bad Girl, em 25.01.10

... mas não me havia lembrado de partilhar. Ao ver as fotos das minhas leitoras (no Facebook), chego à conclusão que a maior parte delas é gira. E têm um ar sofisticado. Gosto.

 

Sobre os leitores ainda não tenho opinião formada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Saudades...

por Bad Girl, em 14.01.10

Regra geral sou uma pessoa pouco saudosista. Mesmo pouco dada a nostalgias e a embalos do passado. Mas tenho saudades do tempo em que chegava à clínica do Dragão e havia, na recepção, uma pessoa para cada posto de trabalho. Do tempo em que tirava o ticket e ficava 2 – 3, vá – minutos à espera. Do tempo em que era simpaticamente atendida (o simpaticamente ainda continua, sejamos justos) por alguém que me informava: “As consultas da doutora estão atrasadas 10 minutos.”. Juro, se me perguntarem, que me ofereciam um café e uma massagem ao pescoço. Claro que esta parte é absolutamente inventada pelo lado mágico das memórias, que tende a colori-las. Mas era um sítio onde eu me sentia bem. Apesar do contexto. Agora não. Chegou a Sonae (sei lá se chegou ou se estava só adormecida), pôs mãos naquilo, e vai de fazer aquilo que sabe melhor: rebentar com os critérios de qualidade que lá havia. Agora há mais computadores que senhoras simpáticas. Hordas de gente para ser atendida/ tratada. Minutos de espera que chegam aos 55. Sem aviso. Sem desculpas. Como se aquilo fosse o centro de saúde lá da área de residência. Ainda me lembro do tempo, vejam lá, em que as justificações de ausência que eu entregava no burgo não diziam que eu estive no “Centro de estudo e tratamento de infertilidade do Porto”. É que, parecendo que não, é desagradável ir fazer uma simples revisão ao pipi* e perceber que não só estou a tentar engravidar, como também que não consigo.  

Posto isto, digo adeus à Clínica do Dragão, e vou procurar um outro local onde a Sonae ainda não tenha posto a unha.  

 

* tema a desenvolver. Possivelmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pft!

por Bad Girl, em 24.10.09

E de repente durante uma semana mal se pode jantar fora. Diz que é o Porto Restaurant Week. Assim uma espécie de democratização do luxo, ou o c@r@lho. E os outros que fiquem à porta, que os pobrezinhos/ forretas/ apanha-tudo-que-é-promoção agora diz que vão jantar fora por € 20,00. Qualquer dia ainda põe uma colecção Jimmy Choo à venda na H&M.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nunca tal me aconteceu

por Bad Girl, em 26.09.09

Chegar a menos de 24 horas da ida às urnas, e não saber mesmo em quem votar. Mas, numa adaptação livre do "Cântico Negro" de José Régio, sei em quem não vou votar. Sei que não vou por ali. Não quero votar em branco desta vez, que seria uma coisa que eu já teria decidido há muito. Com a minha cruz não contem Manuela Ferreira Leite nem José Sócrates. Entre os dois males não sei qual poderá ser o "melhor". Talvez vote num dos outros "grandes", ou não. Há 19 partidos neste país, e excluindo a imbecilidade do movimento pró-vida, a ridicularia do PNR e outros dois ou três partidos sem ponta por onde se lhes pegue, todos merecem que eu leia os seus programas e decida em consciência em qual votar. Enojam-me os que apelam ao voto útil, como se lhes fosse conferido o direito de iniciar jogos mentais com os que estão indecisos. O menosprezo pelo direito à escolha de cada um, pela opção livre, é de uma arrogância atroz, só ao alcance dos maiores e piores ditadores de trazer por casa. A Democracia não foi conquistada por um bando de carneiros que decidiu juntar-se à maioria. É lamentável que os políticos ainda tentem esse tipo de chantagem com as pessoas. Mas, verdade seja dita, só o fazem porque sabem que o povinho (esse, desprovido de qualquer senso comum) vai alinhar. Entre os que se galvanizam com o facto de não votarem, vomitando aos quatro ventos "que são todos a mesma merd@", mas que se acham no direito de encher o peito para reclamar do estado das coisas, e os que alinham na conversa de voto útil, os políticos da nossa praça ainda vão apanhar alguns acéfalos que estão longe de saber a importância que tem o voto.

Assim como assim, até já decidi. Não em quem vou votar nestas legislativas, mas em quem vou votar nas próximas (daqui a 4 anos). Em mim. Mal por mal, acredito no que digo, tenho péssimo perder (mas não faço batota) e sou miúda para deitar o Ricardo Araújo Pereira abaixo quando ele me tentar esmiuçar. Dons de oratória não me faltam, e consigo escrever um programa eleitoral. E a bem da verdade hei-de ficar muito melhor nos cartazes. Agora não me ponham é a beijar crianças ranhosas, que isso é coisa para me tirar o blush. E a vontade. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O amor é lindo

por Bad Girl, em 19.09.09

Quem acompanha este blog (sim, estou a falar de vocês os dois) sabe que eu vou buscar muita inspiração ao Correio da Manhã. Não sendo um exemplo de jornalismo é, sem dúvida, uma fonte inesgotável de material risível para aqueles dias em que não há nada a dizer sobre tudo o que acontece. Não vou falar das escutas ao Presidente, que parece que foram encomendadas pelo assessor do próprio a um director do Público que derrapou hoje na SIC Notícias. Eu sou contra jornalistas que se tornam notícia. Lembro-me do tiro na perna da Maria João Ruela, que passou de uma ilustre desconhecida a uma medíocre pivot de horário nobre. Ou do Mouragate, que não serviu para apresentar Manuela Moura Guedes ao social português, mas que trouxe até nós, frequentadores de cabeleireiros, consultórios médicos e locais que expõe revistas cor-de-rosa em geral, a sua ficha médica. Graças ao Mouragate já soube que MMG toma calmantes, pastilhas para dormir e que tem pedras nos rins.

Mas hoje não é sobre nada disso. Hoje é sobre o amor, que parece ter batido à porta de António José Santos e Sá. E perguntam vocês e muito bem:

 - Quem?

E respondo eu, mais ironicamente do que numa tentativa de vos esclarecer:

 - Tó Zé Santos e Sá.

E voltam vocês a perguntar, já com a fúria a tomar conta:

 - QUEM?

E eu, finalmente disposta a parar a brincadeira, lá esclareço:

 - O Tó Zé do Big Brother.

Para os que ficaram na mesma depois disto eu tenho pena, mas não há mesmo nada que eu possa fazer para vos esclarecer. O moço nunca fez nada mais do que participar num reality show e agora parece que pertence ao social (estará o Correio da Manhã assim tão desesperado por assunto?), pois é também comentador numa espécie de tertúlia numa espécie de canal (já aqui falei do programa). Ao seu lado estão os famosíssimos Bebé Moreira, Joana Ramirez e mais uma cujo nume desconheço, talvez por ser tão conhecida como os referidos anteriormente. Para aqueles que já repetiram a palavra "quem" pelo menos dezassete vezes desde que o post começou, só tenho uma coisa para dizer: como eu vos compreendo.

Mas vou parar de viajar na maionese e tentar ir directa ao assunto. Tó Zé Santos e Sá fala hoje ao CM do seu namoro com Ana Lúcia Chita (isso, todos em coro: "Quem?") e a palavra que me vem à cabeça quando leio aquilo é "amor". A entrevista está toda aqui, mas eu não quero deixar de salientar algumas demonstrações puras de romantismo da parte do tal TZ. Ora vejamos:

 

- O namoro com a Ana Lúcia Chita está de pedra e cal?

– Ambos sabemos que é melhor viver o dia-a-dia do que fazer projectos a longo prazo, até porque, hoje em dia, a vida não se compagina com uma situação dessas. Mas desde o ‘BB’, há nove anos, nunca apareci a dizer que andava com alguém e se o faço agora é porque não ando aqui a brincar.

Não apareceste nem com ninguém nem sozinho, já que renasceste das cinzas agora, e vá-se lá saber porquê. E amor eterno o c@r@lho. Nós namoramos há meia dúzia de dias mas sabemos que a vida não está para amores eternos.

– Qual a característica da Ana Lúcia que faz dela a tal?

– Acho que a minha preferida é ela gostar de mim.

Aqui nem é preciso dizer nada.

 Quem é o romântico da relação?

– Ela! A maneira como se chega à minha beira, aquele sorriso, aquela vontade imensa de me agarrar....

Fod@-se. Estou emocionada. Pele de galinha, com tamanho entusiasmo.

– Quando é que se conheceram?

– Foi há uns três ou quatro anos, na Volta a Portugal, fui assistir a algumas etapas como convidado e ela lá estava. Até jantámos juntos, mas, confesso, ela é que se lembra bem dessa fase, eu nem por isso...

Sou tão bom... e marcante. E romântico. Lembras-te de mim? Não.

 

E pronto, é isto. Não havia uma reportagem sobre a unha encravada da Elsa Raposo nem sobre as pontas espigadas no cabelo da Catarina Furtado. Vai daí, ligam para o TZ para lhe dar uma oportunidade de se masturbar em público.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.