Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E chão para esfregar, não se arranja?

por Bad Girl, em 04.11.11

A sério?

Enquanto se discute o orçamento, o subsídio de Natal, a crise e o colapso financeiro, o PCP está mesmo preocupado com o facto de o Pingo Doce querer saber a idade dos filhos dos funcionários?

Vá, senhores do PCP, vamos lá todos dizer bem devagarinho: DOIS MIL E ONZE, ano do Senhor (isto foi uma provocação, desculpem). Pessoas sem emprego? Muitas. Pessoas com emprego que não têm como comprar comida? Demasiadas. Pessoas com emprego que não conseguem pagar contas? Ainda mais. A preocupação do PCP? As fichas de candidatura do Pingo Doce.

Quando me convidaram para vir para este burgo novo onde estou também me pediram que preenchesse uma ficha e, pasmem-se!, também me perguntavam se eu tinha filhos e com que idade. E eu não vi mal nenhum nisso. A coisa tem outro nome, mas (como nunca me lembro qual é) eu chamo-lhe "efeito espelho". É aquilo que faz o marido traidor ser um ciumento de primeira. A vizinha que leva porrada achar que os casamentos das outras estão à beira do fim. É o que nos faz acreditar que as pessoas não seriam capazes de fazer coisas que nós não pensaríamos, sequer, fazer aos outros. Talvez seja isso que faz o PCP ver mal em tudo o que mexe. Ou o que me faz achar que há coisas que não têm qualquer mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se é que há um bright side nisto...

por Bad Girl, em 13.10.11

Como medida para resolver a crise (mais uma das), os funcionários das empresas privadas poderão ter de trabalhar mais meia hora por dia. Eu já me adiantei: nos últimos 8 anos tenho contribuído para o fim da crise entre 2 e 5 vezes por dia.

 

Não têm nada que agradecer. Até porque não está a resultar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já que queremos escrever como eles...

por Bad Girl, em 05.06.11

Fazíamos como no Brasil, e obrigávamos as pessoas a ir votar. O povo é como a canalha: se não sabe gerir a liberdade, é pô-los de castigo. Se não apreciam o direito que lhes deram, então que seja obrigatório.

 

Vergonha... já disse que tenho vergonha?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sinais óbvios da derrota de Sócrates...

por Bad Girl, em 05.06.11

José Eduardo Moniz recebido com "tapete vermelho" na televisão pública...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Abstenção entre 39 e 45%

por Bad Girl, em 05.06.11

Este país é uma vergonha.

Era fazer uma lista deles todos e obrigá-los a pagar sozinhos a factura do FMI*.

 

*Excluindo as pessoas que estão fisicamente incapacitadas de se deslocarem às urnas..

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em jeito premonitório

por Bad Girl, em 30.05.11

Fonte: Eurosondagem

 

 

Se as eleições fossem hoje, os líderes dos partidos políticos de Portugal diriam o seguinte:

 

PS - Ganhamos porque, apesar de a oposição ter aberto uma crise política, não conseguiu atingir a maioria absoluta.

PSD - Ganhamos porque tivemos mais votos.

CDS/PP - Ganhamos porque, se somarmos os nossos votos aos votos que teve o PSD, fazemos Governo.

CDU/ PEV - Ganhamos porque voltamos a ser a 4ª força política do país.

BE - Ganhamos porque, sozinhos, conseguimos ter tantos votos quanto os outros partidos todos que são, à vontade, uns 12 (no círculo do Porto).

 

Estou a 6 dias de ter razão. O que faz com que eu também ganhe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

PPC, esta é de borla...

por Bad Girl, em 26.05.11

Tirar votos ao CDS, com quem pretendes formar governo, para fragilizar o seu poder de negociação e aumentar o teu na altura de o fazer não seria má ideia (em teoria) se os votos que tu estás a movimentar não fossem do PSD para o PS ou BE (os do CDS não se vão mexer por causa disto). Dizer que vais repensar a lei do aborto, nesta altura do campeonato, não tira votos ao CDS. Dá-os ao PS. Se alguém quer virar à direita mas acha que CDS é demasiado, a solução não é ombreares com ele. É seres alternativa. A sério, isto é uma conta que não pode ser assim tão difícil de fazer.

 

À quantidade de tiros no pé que vocês dão, um dia ainda vão ser usados como passadores. Chiça!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Das cenas do marketing, e isso...

por Bad Girl, em 26.05.11

Foco no target.

Passos Coelho quer reavaliar a lei do aborto. Disse-o em declarações à Renascença.

 

Hummm, se ao menos os marketeers de Passos Coelho já tivessem lido algo mais do que o "Marketing para totós"...

Eu até podia dar-lhe algum crédito pelo foco no target, mas este foi totalmente anulado pela péssima avaliação de prioridades. Um referendo? PPC acha mesmo que o que este país falido precisa é de um referendo? E porque é que, de repente, o PSD decidiu ir pescar eleitores ao CDS?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

E de ver o "Engenheiro" Sócrates começar a coisa dizendo:

 - O senhor e o seu partido abriram uma crise política em Portugal por pura ambição e porque querem governar! Nós estávamos no bom caminho, a fazer tudo bem, e os senhores acharam que era o momento para abrir uma crise política, que levou à demissão do Governo e a estas eleições antecipadas.

4 debates. Sócrates debateu com 4 opositores e procurou sempre começar por levar a discussão por este caminho. E não houve, em nenhum dos 4 candidatos, a capacidade de dizer que o PEC IV não precisava de ser aprovado pelos outros partidos, tivesse o PS muita vontade de assumir sozinho os destinos do país. Ou que tivesse perguntado ao PM porque é que ele virou costas da discussão do PEC IV e deixou o ministro Teixeira dos Santos sozinho a representá-lo, se era assim tão importante ou, melhor ainda, porque é que não houve nenhum candidato (Paulo Portas andou lá às voltas, mas não foi directo o suficiente) que tivesse dito na cara de José Sócrates que as medidas do PEC IV são muito semelhantes às que a Troika impôs, não fosse o detalhe de elas serem passíveis de resultar quando combinadas com uma injecção de € 78.000.000.000. Detalhes, claro. E se a crise política aconteceu porque o Governo se demitiu, e se o Governo se demitiu pelo chumbo do PEC IV, e se o PEC IV era suficiente, então andam para aí € 78.000.000.000 perfeitamente desnecessários e a precisar de colo. Pequeninos, venham cá, vá, eu trato de vocês... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

E eu gosto tanto. Ao contrário da caça desportiva, contra a qual sou a favor (não, não é lapso, leiam lá outra vez...), há poucas coisas que eu aprecio da mesma forma que aprecio a caça ao voto. Há uma quase magia nesta coisa de agarrar votos que andam por aí a passear em mãos alheias... Há duas semanas, milhares de votos sem dono, e vale tudo menos arrancar olhos. Quer dizer, se for preciso arrancar um ou outro olho, também não é por isso que vai o gato às filhoses... As técnicas são várias e passam por vários ambientes: o ambiente de festa, criado para o momento, nem que para isso seja preciso usar as Embaixadas e convidar imigrantes sem voto... na matéria e na urna. O ambiente rural, que leva a beber um copinho de tinto às 10 da manhã. O ambiente popular, propício a beijar crianças e pessoas em geral, algumas de higiene duvidosa. O político português, que o povo nem sempre (re)conhece percebe tanto de caça como uma cabra surda. O político português sai de casa com as armas erradas. Leva fisgas para caçar ursos. Toda a gente sabe que o cidadão é um bicho que não se deixa caçar de qualquer maneira. Não é bicho que se ponha a jeito. Até pode ser. Mas o cidadão que se põe a jeito já está caçado. Só falta pôr uma laranja na própria boca e deitar-se em cima de uma travessa. O cidadão indeciso, aquele que o político quer caçar, não está para ouvir longos discursos sobre o que está mal no país. Ele sabe. Ele tem de pagar contas no final do mês. Também não consegue suportar a condescendência alheia. Apesar de viver com dificuldades, não precisa que gajos que não sabem o que isso é venham dizer que compreendem. Compreendem, exactamente, quando? Quando gastam milhares de euro na campanha? Ou quando vão jogar golfe? Ou quando os seus motoristas levam os seus filhos ao colégio? Os políticos não compreendem nada do que é a vida de um cidadão. Se querem ser bem sucedidos nesta coisa de caçar votos, não podem mentir ainda mais. Vocês não compreendem. Assumam. Podem beijar dezenas de putos com ranho que não irão compreender. Uma dica? Sejam claros na mensagem. Digam o que vão fazer. Sem relambórios. Sem falsos paralelos. Se não, olhem, vão ser como este beagle... 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Bad face

Bad Girls go Everywhere - Blog

Promote your Page too

Importa lembrar, sempre


www.freetibet.org


(nem sempre consigo creditá-las. Serão retiradas se alguém se sentir lesado)

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

(de borla, pelo menos...)

From Geek in Pink




Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.