Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Um destes dias discutia ao telefone com uma amiga a história do sexo sem compromisso, vista por eles e por elas. A verdade é que se associa mais esta ideia aos homens. E, por incrível que pareça, eles precisam "trabalhar" mais esta ideia que elas.
Eles, quando pretendem sexo sem compromisso, raramente o dizem. É possível que o demonstrem de uma forma ou de outra, mas não o dizem por A+B, na cara. Andam às voltas, tentam demonstrar, mantêm a distância, mas não o assumem. Claro que, mais cedo ou mais tarde, a mais crédula das mulheres percebe que está a ser usada (sem conotações depreciativas) para o tal sexo sem compromisso. É o não atender o telefone, ligar só para encontros mais íntimos, não assumir nada em frente a ninguém. Às tantas, tal é o barulho das luzes, que ela percebe isso e, ou mantém porque a ideia lhe agrada, ou salta fora porque não era aquilo que tinha em mente. E quando são elas a querer sexo sem compromisso? O primeiro erro é pôr as cartas na mesa. A maior parte das mulheres não tem paciência para andar às voltas com gajos que querem só levar para a cama. É pão-pão, queijo-queijo. A tendência para o número de mulheres que querem (e assumem, principalmente a elas mesmas, que é isso que querem) sexo sem compromisso tem tendência a aumentar. Os homens, esses, não sabem lidar com a inversão de papéis. Eles até podem desconfiar que estão a ser usados para os prazeres da alcova, mas daí a aceitarem isso de ânimo leve, quando lhes é dito na cara, vai uma volta ao Mundo. Os homens, diz-me a experiência (a própria e a adquirida com anos e anos de desabafos), não gostam de perder o controlo da situação. É contra natura. É quando os queremos para o sexo (não na generalidade, apenas na maioria dos casos) que eles insistem em fazer uma de duas coisas: tentar fazer com que nos apaixonemos por eles ou fazer todos os possíveis para não demonstrar um pequeno fio de sentimento. A primeira é simples de compreender. Quando aceitam que uma relação seja só para sexo, os homens têm de estar no topo do mundo. A enxotar a miúda em questão. A ter o controlo da situação, a puxar os cordéis como querem e quando querem. O inverso nos papéis obriga-os a repensar toda a estratégia. E isso baralha. Para fazer a mulher cair na deles, são capazes de se transformar numas melgas. Mas, atenção, eles não estão apaixonados. Apenas não estão dispostos a ser o objecto. A segunda torna-os estranhos. Uma mulher que só quer sexo é aquilo que eles desejaram durante muito tempo, ou em alguma fase da vida. Não querem deixá-la fugir. Contudo, acham que por dizerem "Quero estar contigo!" estão a infringir as regras, ou a revelar a possibilidade da existência de um sentimento que eles acham que não deveria existir numa relação de puro sexo. O pior é que, nestas coisas, não há verdades absolutas. E também não há coisas que são só brancas ou só negras. A vida e as relações são a cores.
E nada é só sexo. Por isso, o que eu escrevi aqui não passam de teorias que quase não têm aplicação prática porque cada caso é um caso. Ou terão? Será que cada caso é um caso mas não deixa de obedecer a alguns critérios? Eu sei lá.


13 comentários

Sem imagem de perfil

De Castronauta a 28.07.2008 às 01:11

Acabaste em beleza este texto: "Eu sei lá". Não há fios condutores, apenas fios.... e sabe-se lá onde nos levam.
Tentar generalizar este tipo de assunto é um exercicio intelectual interessante para matar o tempo e estimular o debate, mas como na politica, não leva a nenhuma conclusão. Apenas nos permite, em ultimo caso, reflectirmos melhor sobre alguma experiencia que estamos a viver ou vivida. Por isso cometemos por vezes os mesmos erros uma e outra vez.
Sem imagem de perfil

De Luis a 28.07.2008 às 01:32

Olha as generalizações... ai ai :P
Sem imagem de perfil

De Insano a 28.07.2008 às 09:07

Concordo... o instinto de domínio/posse é mais forte, nomeadamente nas culturas latinas, onde a sociedade sempre disse que o macho dominava.
Ora, no inconsciente de cada homem, a missão de controlo está sempre activa. O que conscientemente podem dizer, "é justo, a igualdade é um facto", lá dentro o tico e teco não concordam...

No entanto, também é verdade, que a "procura do príncipe encantado" é uma subrotina que corre no incosciente de muitas mulheres, apesar de para o exterior sair que foi só sexo. Também é um defeito de ser social, que nós somos e que no caso da nossa cultura envia a mulher a ideia, que algures está o Príncipe que lhe vai construir o castelo e a proteger contra o dragão.

Visto por terceiros, é o outro cliché, o homem que tem muito "sexo sem compromisso" é um garanhão, a mulher uma vadia...

Life just isn't a democracy.

Cheers,

Insano
Sem imagem de perfil

De Joana do Açúcar a 28.07.2008 às 12:42

"Mas, atenção, eles não estão apaixonados. Apenas não estão dispostos a ser o objecto". E quando finalmente a mulher lhe cai nos braços...finalmente...eles saem fora. Um verdadeiro balde de água fria. É ferir demasiado o orgulho masculino não serem eles a ficar por cima. Homens, porquê?
E ainda se ofendem quando os colocamos à maioria no mesmo saco de farinha...

Sabes, embora cada caso seja um caso, é como dizes, não deixa de obedecer a um critério. E este é um deles!
Grr!
Sem imagem de perfil

De Ti a 28.07.2008 às 15:31

Isto de ser pessoa interessante e com extremo bom gosto agrada-me! :) Adiante: em conversa c uma amiga chegámos à conclusão que já não se fazem homens como antigamente... esta "emancipação" das mulheres (sexo por sexo) intimida-os e arrisco-me a dizer,regra geral, a coisa corre mal... if you know what I mean ;)(too much pressure I guess)
Sem imagem de perfil

De iinês a 28.07.2008 às 18:45

Ultimamente, das melhores coisas que li.
Sem imagem de perfil

De Ness Xpress a 29.07.2008 às 10:32

Vamos imaginar uma noite de puro sexo (tipo "the fuck of the century", só possível na cimatografia holywoodesca)e que a coisa até correu bem para ambos (o chamado fodoloto). No encontro seguinte, se pelo menos uma das pessoas é minimamente inteligente, já há novas ideias para procurar subir mais um degrau. E isso só se consegue, por muitas voltas que se dê à mente humana, com um aumento da intimidade. E aí, minhámiga, acabou-se o "puro sexo".
Sem imagem de perfil

De Pitux a 29.07.2008 às 10:34

Por exeperiência própria, concordo com bastantes aspectos referidos no post.
Muito bem! :)
Sem imagem de perfil

De khyos zhyboro a 29.07.2008 às 18:22

Não arrisco comentários a este artigo. :P
Gostei do blog.
Vou voltar a visitá-lo. E adicioná-lo aos meus links.
Beijinhos e até à próxima visita!
Sem imagem de perfil

De nika_liu a 30.07.2008 às 22:33

Ainda se acredita que o sexo é um território dominado pelos homens, mas quando as mulheres ameaçam disputar esse mesmo terreno é o "ai jesus, que havemos de fazer agora! são mas é umas depravadas!"
Não sabem encarar por mais que apelem ao sexo, a mulher não pode ser tão racional quanto eles, porque acaba por excluir o sentimento da situação, algo que eles nunca tiveram de se esforçar por criar até porque no final das contas sabe bem...tê-las caidinhas por eles!

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D