Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O lado sério da vida

por Bad Girl, em 24.07.06

Preocupa-me um fenómeno que atinge, cada vez mais, as pessoas à minha volta. Uma grande percentagem (resisti a inventar um número, viram?) de pessoas que eu conheço leva a vida muito a sério. Arrisco-me a pensar que levam mesmo demasiado a sério. Será que se pega? Será que é um caminho que todos iremos percorrer? Devo confessar que me dá alguma pena olhar para aquelas pessoas que passam as suas vidas a olhar para os computadores, macambuzias e com os sorrisos fechados. E a forma condescendente como olham para nós (os putos), só porque nos divertimos a dizer meia dúzia de disparates logo de manhã, e continuamos durante o dia. Para além de levar a vida demasiado a sério, estas pessoas levam-SE demasiado a sério. Confundem antipatia com autoridade. Acham que um sorriso lhes tira o respeito das outras pessoas. Lá porque somos adultos temos de escolher um lado do muro? Temos que ficar muito sérios, sempre a pensar nos problemas da vida? Deixar de decidir as coisas em cima do joelho, deixar de andar ao sabor do vento, pensar no que se vai escrever ao invés de se escrever ao sabor da pena? Que graça tem uma vida planeada ao segundo? E que segundos dessa vida são iguais ao que se planeou? Que alegria trazem os sorrisos que são abafados, impedidos de sair? Que vontade secreta terá essa gente tão séria, de estar no cimo do muro, como se fossem o Humpty Dumpty para, pelo menos uma vez na vida, poderem espreitar para o outro lado do muro? Ver o lado despreocupado da vida? Despreocupado não é, apesar do que pensam 'os sérios', irresponsavel. Lá porque não estamos do lado sério da vida, não significa que não soframos, não choremos, não tenhamos problemas. Procuramos, contudo, o outro lado das coisas. Dificil? Não! É apenas uma questão de não nos vermos tão a sério...


1 comentário

Sem imagem de perfil

De always in the air a 25.07.2006 às 04:19

ja pensaste em deixar esse trabalho e arranjar um emprego? ah, se calhar isso acontece quando se passam dois meses...melhor ainda, larga a droga da D. Emilia....lol

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D