Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vida em low cost

por Bad Girl, em 13.05.08

Aqui há uns tempos contaram-me que a Ryanair recebeu uma carta de reclamação de um passageiro com variadas razões que determinavam aquele como um passageiro extremamente insatisfeito. Ao que me lembro era a higiene, a pontualidade, a falta de apoio (não me lembro se no ar, se em terra, ou ambos) e mais uma série de coisas. À extensa carta de reclamação o Departamento responsável por gerir estas coisas dentro da companhia lowcost deu uma resposta curta: “Devia ter voado na British Airways!”.
Este foi um episódio contado em forma de relato por um dos maiores cérebros de Gestão Aeroportuária que trabalha no nosso País, pelo que não me permito duvidar. Aliás, uma breve busca na internet com as palavras “Ryanair + complaint” dá para ter uma ideia.
Ora e o que é a vida, senão uma viagem?
O que nos faz pensar que temos o direito a serviços dignos de uma “Fly Emirates”? Pagamos o bilhete que nos permite fazer check-in numa companhia aerea de topo? Fizemos alguma coisa para merecer um inesperado upgrade? E quem tem medo de voar? Fica limitado a fazer apenas pequenas jornadas?
Não deixa de ser curioso o facto de eu tentar fazer esta analogia, apesar de apreciar pouco o período que passo dentro de um avião. Na maior parte dos casos, durmo. Não como, não falo com os(as) comissários(as), não faço compras a bordo, nem me apercebo do que se passa à minha volta. Mas, sempre que posso escolher (o que significa, na maior parte das vezes, que o Burgo paga as minhas viagens), fujo apressadamente de toda e qualquer lowcost. Não confio. Não me parece bem. E nas companhias de bandeira? Corre-me sempre tudo bem? Não. Já me perderam mais vezes as bagagens do que aquelas que consigo enumerar, já me alterquei com uma comissária de bordo, e até já exasperei com os gritos das criancinhas dentro dos "meus" aviões. Então, o que me dá esta impressão? Eu não consigo escolher quem vai viajar comigo. Eu não controlo as coisas que acontecem em volta. Na maior parte das vezes pouco me importam essas pessoas e essas coisas. Estou a dormir. O destino é o mesmo, e lá chegarão todos os voos. Lowcost ou não. Às pessoas que continuam a preferir companhias de bandeira, perguntou-se o que as levava a pagar mais por aquele que é, no fundo, um produto final igual. A resposta? Simples: confiança. Por muitas vezes que essa confiança seja traída, por muitas vezes que o resultado final fique aquém das nossas expectativas. Continua-se a preferir a percepção de serviço, de segurança, de conforto, do que a possibilidade dos mesmos. Da mesma forma que, apesar de o destino final ser o mesmo, não me chega saber que lá vou chegar. Importa-me (e muito) saber como.

Relendo o texto não tenho a certeza de que esta seja uma analogia perfeitamente conseguida. Mas faz sentido na minha cabeça. E, por ora, basta-me.


** No Burgo não dá jeito pôr imagens nos posts. So sorry.**

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De H4rdDrunk3r a 13.05.2008 às 15:39

Nem precisas colocar imagens, o teu texto já é bastante gráfico :)

BJ*

E boa analogia, by the way...
Sem imagem de perfil

De Girstie a 13.05.2008 às 18:54

Eu nunca viajei numa lowcost, vantagens de ter sempre viajado às custas dos pais ou de qd viajei à minha custa optei por um pacote q incluia uma "boa" companhia.

Mas a verdade é que o termo lowcost significa que as mordomias de uma "bigcost" não serão as mesmas e é esse mesmo o objectivo. As pessoas bem podem resmungar mas a resposta será sempre um pouco na base do queres pagar pouco sujeita-te, n queres pagas mais.

E segundo o que aprendi da Rynair, eles ganham dinheiro n com as viagens mas sim com as lojas dos aeroportos que lhe paga uma % do lucro. Então deverá haver muito interesse num grande atraso (agora que penso nisto...).
Sem imagem de perfil

De Comendador Antunes de Burnay a 13.05.2008 às 18:56

É por isso que tenho um Bentley...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.05.2008 às 23:05

Excelente pedaço de prosa. Parabéns.

JorgeCP
Sem imagem de perfil

De kitty a 15.05.2008 às 13:54

Já viajei num low cost, a Fly Monarch, devo dizer que não tenho nenhuma reclamação. Pessoas simpáticas, higiene, e o voo correu da melhor maneira e saiu sempre a tempo e horas(que no fundo é o mais importante). Já viajei na TAP e devo dizer que foi uma desilusão, desde fardas que pareciam vindas da ex- URSS, sandes congeladas, os horários são um caos, porque nunca os cumprem, e da ultima vez puseram-me separada do meu marido, e puseram ao meu lado alguém que estava mutio atrás na fila do check-in (estúpida da gaja).
E quanto à segurança, desde que vi um avião da British com o TOny Blair lá dentro com problemas no trem de aterragem....
Por outro lado, viajei na Thai airways e o serviço foi o melhor de sempre!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D