Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pinheirinho, pinheirinho...

por Bad Girl, em 26.11.08

 

Com o Natal a chegar, nada mais apropriado do que abordar um tema que me irrita solenemente (olha, mais um!!!): pinheiros.

"Ah, queres ver que a gaja até com os pinheiros de Natal implica?"

Não, não queres ver. Os pinheiros com os quais esta gaja implica não levam bolas, e fitas, e neve artificial, e luzes pisca-pisca, e mais uma parafernália de adornos que, na maior parte das vezes, fazem esquecer que por debaixo de todo aquele mar de cor e brilhantes, existe, efectivamente, um pinheiro. Os pinheiros com os quais eu implico solenemente são outros. Usam-se durante todo o ano. E são tão lindos quanto agradáveis: pinheiros que se penduram no retrovisor do carro. Conhecem coisa mais deliciosa do que entrar no carro de outra pessoa (um gajo que até ali era razoavelmente interessante) e sermos inundadas por um agradabilíssimo odor a pinheiro? Não, claro que não é UM pinheiro. Isso seria aceitável. São, pelo menos, 12.000 hectares de pinhal. Concentrados num pequeno pedaço de cartão, cuja estética obrigou uma equipa de criativos à clausura numa sala (sem janelas) durante 27 meses. Ainda hoje os livros de História relatam, num dos mais apreciados capítulos, o momento da descoberta:

 - Já sei: e se fizermos isto num cartão, em forma de pinheiro?

O resto da equipa riu-se. Abanaram a cabeça com desdém.

 - Tu deves querer ser despedido. Tens noção do que nos pode arranjar essa tua ousadia?

 - Sim, deves achar-te um da Vinci, não?

 - Desculpem... se calhar vocês têm razão... mas eu acho que podia resultar.

 - Olha o gajo deve estar maluco...

Bem, depois (se eu tivesse paciência para estar para aqui com delírios) entrava alguém, dizia que a ideia era estapafúrdia, despedia toda a gente, roubava a ideia e transformava-se no maior inovador de todos os tempos.

Resumindo e concluindo, vamos ver se nos entendemos:

Homens deste meu Portugal, ponham lá uma coisa na cabeça: pinheirinhos ambientadores pendurados no retrovisor do carro: NÃO. São pirosos e cheiram mal. Não, não cheiram a árvores bonitas, e não nos transportam para a natureza. Cheiram a detergente da casa de banho. E escondê-los noutro sítio? Tipo debaixo do banco. Ninguém sabe, certo? ERRADO. Não ver é uma coisa, não ser invadido por um milhão de pinheiros em concentrado já é mais difícil. Até eu, EU, que em 90% do tempo só tenho 30% da capacidade olfactiva, quase morro na presença de um destes exemplares de mau gosto. Mesmo quando estou no trânsito, encaixotada numa fila, e vejo um destes pinheiros pendurados no carro da frente. Até nessas alturas eu me sinto mal. Um aperto no peito. Quanto a vocês não sei. Mas prefiro entrar num carro que cheire a tabaco/ charros/ pêlo cão que esteve à chuva/ leite derramado em dia de compras, do que num que cheire a pinhal. Podem fumar merdas? Podem sim senhor. Mau gosto é que não, por favor!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Alf a 26.11.2008 às 22:49

O meu cheira a manga misturada com tabaco. Hipster shit, I know.

Mais: sou tão à frente que não vês o ambientador! Já vem incorporado na biatura.

Andas em carros estranhos, tu.

Ai era o do teu pai? Desculpa...
Imagem de perfil

De Bad Girl a 26.11.2008 às 22:55

O mau gosto do meu pai começa e acaba na estação de rádio que ouve...
E não vou ser mais dura contigo porque tu és sportinguista e foi o dia em que o Barcelona foi a Alvalade (parece que o Sporting também lá estava. embora tenho sido difícil perceber...)
Sem imagem de perfil

De Alf a 26.11.2008 às 23:00

Proponho uma medida inequívoca do bom/mau gosto do teu pai: ele gosta de ti?
Imagem de perfil

De Bad Girl a 26.11.2008 às 23:03

Diz que mais do que da própria vida...
Sem imagem de perfil

De Alf a 26.11.2008 às 23:09

Pronto. Lá está.
Sem imagem de perfil

De encapuzadoextrovertido a 26.11.2008 às 23:07

q injustiça... eu acho a wunderbaum (http://www.wunder-baum.de/home.php) mítica!
Sem imagem de perfil

De encapuzadoextrovertido a 27.11.2008 às 15:03

agradeço a formatação correcta do comentário :)
Sem imagem de perfil

De Ervi Mendel a 27.11.2008 às 00:12

Alf, deixa a Senhorita em paz! Não vês que ela é deficiente olfactiva?
Sem imagem de perfil

De MJNuts a 27.11.2008 às 00:40

Acho que há muita tensão acumulada nesse teu ser nos tempos que correm...=P
Sem imagem de perfil

De carlos a 27.11.2008 às 08:33

a propósito dos criativos, penso que são tipo Toni Carreira: quanto
mais básico, melhor o resultado! (deixemos os génios trabalhar para as elites...)

realmente a gaja até com os pinheiros implica -és mesmo muito Bad Girl !
Sem imagem de perfil

De Mr.T a 27.11.2008 às 10:57

Mas implicas com todos os pinheirinhos ou só com o cheiro a pinho?

A minha princesinha precisa de ter sempre um pinheirinho para tentar ocultar o cheiro a fumos de gasolina/escape que por lá abundam. São 20 anos de fugas :D
Sem imagem de perfil

De eu37 a 27.11.2008 às 12:11

Acredita Bad que ninguém poderia implicar contigo neste subject!!! Quem o fizer certamente está a pensar no mal-cheiroso que tem pendurado ou escondido na voiture...
Bem pensado e melhor postado sem dúvida!!!
p.s. numa das tuas respostas a um comment gostei da referência à "ausência" do cor de pinheiro deslavado do jogo de ontem... lol
Sem imagem de perfil

De jmp a 27.11.2008 às 12:25

De acordo. É, de facto, um cheiro profundamente enjoativo. Mil vezes o cheiro a tabaco ou o suave toque olfactivo de um charro ;)
Sem imagem de perfil

De niagara a 27.11.2008 às 13:50

Ehhhh!!!! Sinusite?
Bem vinda ao clube!
E tenho que admitir... pinheiros só os que estão plantados "pra lá da berma". E nem descrevo o cheiro do meu bote, é à sorte... mas andou umas semaninhas a cheirar a cão, o que é que querem? Levei as pulgas à praia... :)
Sem imagem de perfil

De Ness Xpress a 27.11.2008 às 14:46

Eu implico mesmo com os pinheiros de Natal. Mas menos do que com as músicas de Natal. E muito menos ainda do que com as prendinhas de Natal. E das pessoas de cabeça tonta à procura de qualquer merdinha para dar no Natal, então nem falo. Mas eu sou um gajo excêntrico. Da pior espécie, que é aquela dos tesos que não podem comprar Jaguares (dos verdadeiros, não daqueles Ford Mondeo disfarçados de carro inglês de prestígio duvidoso).

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D