Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Do preconceito da moda

por Bad Girl, em 28.07.10

Tenho sentido, ao ler alguns blogues, que agora deve ser moda a criação de anticorpos a homens divorciados. E se tiverem filhos? Ui, melhor nem sequer falar no assunto. Parece que os homens divorciados E com filhos são o equivalente a apanhar sarna. Que horror. Um dia estamos muito bem nas nossas vidas de solteiras, só festas e animação, e depois chega o cabrão do divorciado mais as crianças, e estragam tudo. Invadem a vida das pessoas, matam qualquer possibilidade de alegria que poderíamos vir a ter. A menos que ainda se sonhe com uma entrada apoteótica na igreja, não percebo qual é o problema dos homens divorciados. É terem uma ex-mulher? E os outros? Não têm ex-namoradas? E as crianças? Mulheres adultas, resolvidas com a vida, inteligentes, olham para os putos como se estes fossem personagens do "Poltergeist"? Têm medo de crianças? Porquê? Não se lhes pode dar um grito ou um par de estalos? O que me parece é que há um pequeno detalhe que as pessoas alérgicas a divorciados (com ou sem filhos, não importa) estão a deixar para trás: chama-se amor. Ou paixão. As relações são feitas apenas e só por duas pessoas. Podem ter interferências externas? Podem. O mais certo é que venham a ter. Pode haver miúdos insuportáveis que se acham donos do pai e que vão tentar fazer-vos a vida negra? Pode. Isso é altamente provável. Pode haver uma ex-mulher que vos persiga com a intenção de vos afastar? Pode. É possível que haja. A minha amiga M. teve de contratar 3 seguranças para permanecerem à porta de igreja, no dia do casamento. Tudo por causa da ex-namorada do P. que, depois de lhes invadir a casa e de furar os pneus do carro dele, ainda foi para a porta da Conservatória gritar que os matava. Para cenas de faca e alguidar não é preciso haver uma ex-mulher. Só alguém com pouco carácter. Já para ser preconceituoso, só é preciso ter uma mentalidade tacanha. E bullshit

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D