Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A moda do colete

por Bad Girl, em 29.06.06

Eu devo confessar que já me apetecia. Há mais de um ano que ele estava parado, ainda dentro da embalagem, a olhar para mim sempre que eu ia conduzir. Já tinha visto tanta gente com o colete vestido, e tantos coletes expostos nas costas dos bancos de tantos carros, que eu achava que estava a reprimir o meu. Já me estava a sentir uma opressora. Mas não. Ontem, o meu colete saiu, finalmente, à rua!
Tinha eu deixado a praia há pouco menos de 15 minutos e dirigia-me calmamente para o Hipermercado para comprar o jantar, quando vejo uma mota a 'voar' para cima do meu pobre carro.
As coisas que esta gente é capaz de fazer só para conseguir o meu número de telefone! E sim, essa é mesmo a única explicação que eu vejo para isto ter acontecido. Senão, vejamos: era dia, o pobre do rapaz não estava alcoolizado, e decidiu ultrapassar uma camioneta sem olhar a meios. Nem a meios, nem a frentes. Veio ter directo ao meu carro, sem apelo nem agravo. A mota (ou o que sobrou dela) ficou num estado deplorável. O meu carro, do alto dos seus experientes 12 anos, sobreviveu com o pára-choques partido, e poucos mais danos dignos de menção. Depois do embate, que me provocou uma pequena lesão no polegar direito (pisei a unha!), tive de sair do carro e tirar o famoso colete verde. A coisa até nem estava a correr mal: o dito é fluorescente, e a minha pele recentemente queimada pelo sol ganhava algum realce no meio de tanta luz. O problema é que o dito cujo é alguns tamanhos acima da minha silhueta. Tanto, que, de um momento para o outro, eu parecia uma boneca de trapos (das mais desajeitadas que há), visível até por satélite.
Depois da papelada preenchida, números de telefone trocados e de dispersar a multidão (sim, porque apesar de não haver feridos nem danos de maior, é sempre interessante parar e opinar), onde não faltavam os orçamentistas:
- A menina aí com € 250,00 já arranja isto. Agora ali o moço é que vai ter que gastar muito dinheiro - dizia o senhor do talho, que saiu do estabelecimento para espreitar, na expectativa que ali houvesse mais sangue que na sua própria bata.
- Isso se a mota ainda tiver arranjo - opinava o senhor que ia a passar, que certamente não se dirigia a lado nenhum, dado o tempo que por lá perdeu.
- Esta juventude anda por aí sempre a acelerar, e depois estragam a vida das pessoas.
(ora nesta altura eu percebi que 'juventude' era o termo depreciativo para o rapaz, sendo que 'pessoas' se referia ao circulo de adultos responsáveis - eu estava de sandálias, calções, top e boné na cabeça - cuja vida era abalada constantemente e de sobremaneira por aqueles 'jovens' - classe horrorosa cuja única função é transtornar a vida das 'pessoas').
Meia hora depois já estava tudo resolvido. Já o meu colete estava de volta à embalagem de onde nunca deveria ter saído, já o meu carro rumava de volta ao Hipermercado, e já o puto levava certamente nas orelhas dos papás. E agora, que já vi o quão mal me encaixa o meu colete, posso dizer com toda a segurança que espero que da próxima vez que alguém pretender ter o meu número de telefone seja menos original...

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Butterfly a 30.06.2006 às 20:07

O pior disto tudo é a unha, porque qualquer “jovem” adulta sabe como é complicado manter unhas bonitas. Eu se fosse a ti mandava-lhe a conta da manicure!
Sem imagem de perfil

De Sem sono como sempre a 19.10.2006 às 04:46

Eu tenho uma conhecida que procurou por tudo o que era loja um colete cor-de-rosa.
Vou-lhe perguntar se há coletes xxs

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D