Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




...

por Bad Girl, em 29.03.15

Quando Narciso chega ao trabalho, ao contrário do que ele pensa, o dia das outras pessoas não se ilumina. Não há sorrisos abertos nem alívio, chegou o salvador. Quando Narciso chega ao trabalho, num bamboleio ridículo e inchado pelo ego, há apenas desprezo no coração dos seus colegas. Quando Narciso chega ao trabalho, o bem comum passa para segundo lugar. Quando Narciso chega ao trabalho é para cilindrar quem for preciso, para chegar onde Narciso acha que merece estar. Narciso vive uma vida miserável, infeliz, frustrada. Narciso não sabe que o lugar que ele ocupa já está um, dois ou três degraus acima daquilo que merece. Narciso personifica o princípio de Peter. Mas Narciso não acha. Narciso vê outro, quando se olha ao espelho. Narciso puxa tapetes, monta esquemas, aponta dedos, vence alguns pelo cansaço. Não olha a meios para atingir os seus fins. E, no meio do caos por ele criado, Narciso surge, agarrando toda e qualquer oportunidade de brilhar. E como brilha Narciso? Aproximando-se das "estrelas" que lhe podem dar luz (até ao dia em que ambicionar ser essa estrela) e tentando tapar a luz das outras estrelas, as que ofuscam a sua existência. Seria de pensar que, nos dias de hoje, já não haveria lugares nas empresas para os Narcisos da vida. Mas não. Ou porque não há mais ninguém, ou porque alguém se deixa apanhar nas teias do Narciso, ele lá continua, a passear-se por entre os pingos da chuva. E a paciência esgota-se. Um dia estará só ele, Narciso, a olhar-se ao espelho e a ver uma multidão de admiradores, sedentos da sua atenção. Atrás dele, na vida real, uma equipa miserável de gente incompetente que, não só não lhe fará sombra, como também não o fará brilhar. E, nesse dia, Narciso vai afogar-se, apaixonado pela sua imagem, rodeado de Zés Ninguém. E as estrelas, cuja luz não pode ser apagada, continuarão a brilhar, acima, muito acima da cabeça de Narciso.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D