Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Olha só que notícia tão agradável...

por Bad Girl, em 11.08.09

Selecção portuguesa de râguebi posa em nu.

Me likes.

 

Sleepless in Porto

por Bad Girl, em 09.07.09

 

Devia existir uma lei que obrigasse as entidades patronais a mandar as pessoas de volta para casa (falta justificada), quando estas estão com sinais evidentes de sono. E não é sono daqueles Ah, que canseira, levantei-me às 07h30 da manhã. Não. É sono daqueles Ah, que canseira levantei-me às 07h30 da manhã, levei uma cotovelada no olho logo no início da noite e lá para as 3 ou 4 da manhã roubaram-me a almofada à bruta. O que me levou a dar um grito. O que deu na explicação mais elaborada dos últimos tempos: estava a dormir.

Conclusões

por Bad Girl, em 08.05.09

Sabemos que partilhamos a intimidade com um tipo assim a modos que entradote quando, em pleno zapping, ele pára na RTP Memória, onde está a passar um concerto dos Xutos de mil novecentos e troca o passo (ou 88, tanto faz), e exclama:

 - Eu estive aqui.

 

E eu? Posso saltar do sofá e fugir dali? Não, pois não, a perna não deixa. E, tendo em conta que é ele que me anda a dar as picas na barriga, o melhor será mesmo aguentar o Tim e o Zé Pedro com 50 quilos cada aos saltos em palco a cantar o novo hit "À minha maneira"!...

 

Os homens não entendem...

por Bad Girl, em 14.04.09

 

Há uns tempos estive apaixonada por um homem que eu achava ser parecido com o Benicio del Toro. Quando me enchi de coragem para lho dizer, tremelicando com a possibilidade de revelar mais do que queria, ele não entendeu. Torceu o nariz e achou que aquele comentário era pouco elogioso:

 - Quer dizer, é um grande actor, mas ser parecido com ele não é minimamente interessante.

 

Os homens, na sua generalidade, não nos entendem. Por isso, quando encontramos um que nos entenda, mesmo que ele não seja parecido com o Benicio, devemos agarrá-lo e não o deixar fugir. Para muito longe, pelo menos.

Dêem-me Benicio del Toro todos os dias!

por Bad Girl, em 14.03.09

(O post também podia ter como título: "Estou-me nas tintas para os homens bonitos!")

 

O apresentador, pois então

por Bad Girl, em 23.02.09

Sobre os vestidos que passaram pelo tapete vermelho já muito se disse, desde ontem.

Sobre o apresentador da cerimónia também, principalmente desde que foi eleito o mais sexy do mundo.

E eu até acho que ele é giro, bom, cheio de talento e tudo e tudo. Agora o que me faria pôr um vestido (da Zara, que fosse) e atravessar aquele tapete (a girl can dream) não era a estátua. Nem a festa. Nem o homem mais sexy do mundo. Eram, isso sim, as mãos do homem mais sexy do mundo. Só o homem mais sexy do mundo é que tem mãos assim?

E logo eu, que nem sabia que tinha uma paranóia reprimida por mãos...

...

por Bad Girl, em 17.02.09

Cansada, aborrecida, farta, chateada, afadigada, fatigada, estafada, maçada, enfastiada, entediada, enjoada...

 

Tinhas razão quando disseste que me ias fazer sentir coisas que nunca nenhum homem me fez sentir. Importas-te que não agradeça?

Burro ibérico

por Bad Girl, em 11.02.09

De todos os parvos que me podem mandar sms parvos, logo tinha de me calhar aquele parvo com estes sms:

 

"Oi. Aquele texto no blog sobre o lince era para mim?"

 

"Oi. Aquele post no blog era para quem o quisesse ler."

 

"Lá estás tu. Eu refaço: o post do lince é sobre mim?"

 

"Talvez."

 

"E o que queres dizer com aquilo?"

 

"Exactamente o que está escrito."

 

"Continuo sem entender. Também vais fazer um post sobre isso?"

 

"Talvez. E provavelmente vai chamar-se burro ibérico"

 

Feito.

Ao verdadeiro burro ibérico (como o da foto), as minhas desculpas. É que se há animal que me cativa é o burro. O verdadeiro.

No win situation

por Bad Girl, em 11.02.09

À conta de uma conversa tida ontem à noite sobre um tema que eu até podia jurar que já tinha explorado neste blogue mas já não sei mais como procurar, pelo que me resta assumir que é um assunto sobre o qual eu pensei mas que nunca explanei, fiquei a perguntar-me porque raio é que os homens ainda teimam em discutir com as mulheres. Mas qual é a ideia? Em que raio de milagre estão a pensar quando acham que vão bem munidos para uma discussão? E, pior ainda, que a vão ganhar? Munidas estão as mulheres, que lembram com detalhes absolutamente imemoráveis coisas que foram ditas vai para mais de dez anos, promessas que foram feitas vai para mais de cinco e frases que insinuaram de forma subliminar uma promessa que foi feita somewhere in between... não há forma de um homem típico ganhar numa discussão mano-a-mano com uma mulher típica. Porque para além do “perdoo mas não esqueço” usado infinitamente pelas mulheres ao longo dos anos e que não passa de um logro (não perdoam NEM esquecem), há as expressões. O esgar de ódio quando um argumento é deitado por terra, o amuo subliminar quando dois argumentos são deitados por terra, o amuo com cerrar de lábios (a.k.a. "beicinho") quando três argumentos são deitados por terra, e o choro (que tem variações que vão do subtil ao copioso, dependendo apenas da veia dramática e do depauperar de argumentos de cada pessoa). Ora se à maioria dos homens o simples amuo baralha, então o que dizer do choro farto? Discutir com uma mulher é mais inglório do que tentar transformar pedras em ouro. Porque é algo que não depende da razão que se tem. Nem da qualidade dos argumentos. Tampouco vem ao caso quem começou a discussão. Ela vai terminar quando a mulher assim o quiser, e ela só o vai querer quando o vento soprar a seu favor. Encetar uma discussão com uma mulher só lhe vai dar mais um argumento “tu é que começaste”. E quando é que vão saber se ela esqueceu? Agora. Não, não esqueceu. Por muito bom que o makeup sex possa ser.      

Alcoolicamente românticos

por Bad Girl, em 07.02.09

 

A coisa é absurda e constante. Criou-se um "mito urbano" de que as pessoas precisam de beber algum (ou muito) álcool para serem capazes de fazer coisas que não conseguem quando estão sóbrias. E, se fôr por isso, é socialmente aceite.

Desinibem-me, dizem uns.

Deixam-me mais à vontade, dirão outros.

Para mim a coisa mais estúpida que um homem pode fazer é embebedar-se para ter coragem de dizer a uma mulher que gosta dela. Quanto a elas (nem vou falar de mulheres bêbadas, que é uma das coisas mais lamentáveis, repugnantes e deprimentes que há), o facto de acharem aceitável que o gajo tenha de se meter nos copos para poder dizer que gosta delas é não só sinal de um amor-próprio perfeitamente feito em pedaços mas, acima de tudo, de uma condescendência absurda por si mesmas. Nunca fui na conversa de um gajo bêbado. Aliás, na altura em que eles conversam (ou balbuciam), já eu não estou lá, porque de entre as coisas que me parecem dignas do meu tempo, ouvir conversas arrastadas e desconexas não é uma delas. Nunca fui para a cama com um gajo bêbado, seria um desperdício de tempo e energia da minha parte. Porque me custaria muito pensar que um gajo precisa de se agarrar à garrafa para me poder dizer na cara que gosta de mim. Apesar de me terem dito algumas vezes que eu intimido os homens, o que até pode ser verdade, não me parece que o álcool seja a solução. Gosto dos meus homens bem sóbrios. Porque se precisam de beber, não servem para foder.


Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D