Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Das Resoluções de Ano Novo - II

por Bad Girl, em 30.12.14

Já lá para Fevereiro ou Março, as resoluções do novo ano não têm de se tomar no virar do mesmo (digo eu), chegou a minha avaliação de desempenho. E eu achei que sim, vamos lá a isto! Nem é preciso (sequer) o teu chefe pesar nessa avaliação o facto de teres trabalhado dez meses com o mundo às costas, teres feito duas cirurgias e ciclos inteiros de quimioterapia sem nunca teres metido um dia de baixa. Não vale a pena ele considerar que foi “simpático” da tua parte teres atendido o telefone e respondido a emails antes, durante e depois de sessões de quimioterapia e transfusões. Não precisas de nada disso. Se estavas lá (e nem sequer cancelaste viagens de trabalho) é porque conseguias lá estar. Indiscutível. O que importa mesmo nesta avaliação (pensas tu), condições pessoais à parte, é que tu e a tua equipa atingiram o objectivo. Feito pequeno que ninguém havia levado a cabo nos dez anos anteriores, certamente porque isso era apenas e só uma coisa de meninos. E então tu sentas-te em frente àquela anémona, à espera da constatação do óbvio: muitos parabéns, não só atingiste como ultrapassaste o objectivo, pega lá um 4 (eu sabia que não ia ter um 5 porque, vá, o homem é uma anémona). E ele então abre a caixinha das surpresas ali mesmo à tua frente, e dá-te um 3. Uma merda de um suficiente. E eu até aceito que não me dê o excelente. Há sempre margem para crescer, mas um suficiente…? A razão? 10% acima do orçamento não é bem aciiiiiimmmmma do orçamento e, convenhamos, fazer o orçamento é o teu trabalho. E fazer o teu trabalho, toda a gente sabe, é suficiente. E foi ali, naquele dia, que me caiu mais uma inconsciente resolução de novo ano. Não era a de procurar indiscriminada e avidamente um outro emprego. Era a de pôr-me a jeito para encontrar um novo chefe. Porque as anémonas, claramente, não são bons líderes.

Está-se bem no meu novo emprego.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Ao contrário da maior parte das pessoas, não vou pôr-me com falsas modéstias: sou gira, sou inteligente, sou interessante. Mas também sou Má... como todas as mulheres, não é? Como perceberão com as leituras, e como este é um reflexo de mim, naturalmente tenho um blog bipolar!

 

Algo a dizer? BAD MAIL

badgirlsgoeverywhere (arroba) gmail.com

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D